11/3/16 0:45
Atualizado em 14/7/16 à 21:37

São Sebastião recebe primeira Roda de Conversa de 2016

Cerca de 500 pessoas participaram do evento nesta quinta (10). Moradores levaram ao governador questões sobre saúde, regularização de terrenos e limpeza urbana, entre outras

. Foto: Andre Borges/Agência Brasília

Atualizado em 10 de março de 2016, às 23h03

De volta com a Roda de Conversa, o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, ouviu demandas dos moradores de São Sebastião, na noite desta quinta-feira (10). Cerca de 500 pessoas, segundo o Corpo de Bombeiros, reuniram-se na vila olímpica da região administrativa para levar questões ao chefe do Executivo na primeira edição de 2016. A população reivindicou por mais segurança e levou faixas pedindo paz e maior atenção no combate à violência local. Entre os principais pontos levantados pela comunidade também estavam saúde, regularização de terrenos, limpeza urbana, meio ambiente, cultura e lazer.

Um dos 68 inscritos, o comerciante Joacir Souza, de 38 anos, morador de São Sebastião há 29, pontuou a necessidade de proporcionar maior qualidade de vida na região: “Há problemas diversos. Temos de preservar nossas nascentes, precisamos de segurança e de ajuda na saúde”. Ele ponderou ainda a importância de a população se unir ao governo para que as melhorias sejam realizadas.

Saúde
O governador reconheceu que a saúde é o maior desafio. Ele falou sobre as dificuldades de nomear profissionais da área. “Já contratamos cerca de 2,2 mil profissionais, mas infelizmente ainda temos déficit e dificuldade de contratação de pediatras e clínicos gerais. Muitos convocados não tomam posse, o que afeta a escala”, explicou.

Sobre a segurança, Rollemberg destacou a queda no número de homicídios na região de 44, em 2014, para 25, em 2015. “A preocupação de vocês é a mesma nossa. O programa Viva Brasília — Nosso Pacto pela Vida, nossa política de segurança, faz algo que nenhum outro governo fez, que é ouvir a população. Os comandantes [das corporações] estão aqui para ouvir vocês e pensar em soluções para melhorar a vida a população.”

Lixo
João Santana, de 53 anos, presidente da cooperativa de catadores Ecolimpo, levou ao governador as dificuldades do grupo. “Nossa situação é delicada, a gente precisa de melhores condições para trabalhar”, resumiu.

Em resposta, Rollemberg afirmou que a construção do Aterro Sanitário (entre Samambaia e Ceilândia) trará uma nova realidade para os catadores, que serão beneficiados com mais centros de triagem do lixo no DF. Sobre a questão, o chefe do Executivo pontuou os deveres do poder público, mas também da população e convocou todos a fazer o descarte adequado, lembrando os problemas causados, como doenças e proliferação de mosquitos, como o Aedes aegypti, transmissor da dengue, do zika vírus e da chikungunya.

Questionado sobre regularizações, o governador dialogou com a população sobre a necessidade de Brasília ser construída conforme as regras legais e de segurança. “Precisamos fazer o crescimento ordenado das cidades. Não podemos admitir um processo totalmente desorganizado. Queremos fazer a oferta habitacional de forma organizada.”

Antes da abertura da Roda de Conversa pelo administrador da região administrativa, Jean Duarte, a dupla sertaneja Fábio Júnior e Sideron se apresentou. Eles tocam moda de viola e se uniram para a carreira musical há dois anos, em São Sebastião.

Entre outras autoridades estiveram no evento o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio; o secretário-adjunto de Relações Institucionais, Igor Tokarski; os comandantes-gerais da Polícia Militar, coronel Marcos Antônio Nunes de Oliveira, e do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Hamilton Santos Esteves Junior; os secretários da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, José Guilherme Leal, de Mobilidade, Marcos Dantas, de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leany Lemos, de Educação, Júlio Gregório Filho, de Economia e Desenvolvimento Sustentável, Arthur Bernardes, de Gestão do Território e Habitação, Thiago Andrade; os adjuntos da Segurança Pública e da Paz Social, coronel José Cláudio de Siqueira Carvalho, e de Infraestrutura e Serviços Públicos, Maurício Canavoas; os diretores-gerais da Polícia Civil, Eric Seba, e do Departamento de Estradas de Rodagem, Henrique Luduvice; o presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), Maurício Luduvice; o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab), Gilson Paranhos; o diretor-administrativo da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), Júlio Menegotto; e o delegado-chefe da 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião), Érito Cunha.

Outras edições
Em 2015, Candangolândia, Itapoã e Recanto das Emas receberam o evento, em que todos podem se inscrever e sete participantes são sorteados para fazer perguntas diretamente ao governador. Além disso, convidam-se três líderes comunitários e de movimentos sociais para apresentar reivindicações.

Leia também:

Governador dialoga com moradores da Candangolândia

Em evento com o governador, moradores do Itapoã pedem creches

Recanto das Emas recebe 3ª Roda de Conversa

Veja a galeria de fotos:

https://www.flickr.com/photos/agenciabrasilia/albums/72157665692450916″ title=”São Sebastião recebe primeira Roda de Conversa de 2016″>https://farm2.staticflickr.com/1552/25659297586_d23cc6c1a1_c.jpg”width=”800″ height=”531″ alt=”São Sebastião recebe primeira Roda de Conversa de 2016″>