26/8/16 0:24
Atualizado em 6/12/16 à 20:04

Roda de Conversa em Planaltina resulta em mudanças em linhas de ônibus

Pedido foi feito no encontro do governador com a população nesta quinta-feira (25). Ajustes no serviço de transporte público se iniciarão na segunda-feira (29)

A partir de segunda-feira (29), moradores dos bairros Buritis II, III e IV, em Planaltina, terão mais uma opção de ônibus para chegar ao Plano Piloto. A Linha 616.4, que sai do Arapoanga com destino aos Eixos Norte e Sul, passará também pelos três setores, sem que haja mudança no horário para não prejudicar quem já utilizava o transporte. A mudança é resultado de pedidos feitos ao governador Rodrigo Rollemberg durante a Roda de Conversa na noite desta quinta-feira (25) e de conversas prévias com moradores da região.

O governador Rodrigo Rollemberg participa da quinta edição da Roda de Conversa de 2016, na noite desta quinta-feira (25)
O governador Rodrigo Rollemberg participa da quinta edição de 2016 da Roda de Conversa, na noite desta quinta-feira (25), em Planaltina. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

A necessidade de aumentar a oferta de ônibus foi uma das principais queixas dos moradores de Planaltina no evento. As Linhas Circulares 601.1 e 601.2 — opções para quem mora nos Buritis II, III e IV chegar até a Rodoviária de Planaltina e de lá pegar outro ônibus com destino ao Plano Piloto — terão três novos horários cada uma para que as pessoas que precisam estar muito cedo no terminal não precisem mais fazer o trajeto a pé. A 601.1 passará também às 4h20, às 5 horas e às 5h40. Já a 601.2, às 4h40, às 5h20 e às 6 horas.

Antes do sorteio dos inscritos que lhe fariam perguntas, o governador de Brasília fez um panorama dos próximos investimentos que a região deve receber. “Eu estava reunido hoje com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para discutir a liberação de alguns financiamentos. Um deles será para a implementação do Expresso Norte, que, sem dúvida, vai significar melhoria muito grande para o transporte público de Brasília”, disse, ao citar ainda a construção da Casa de Cultura — que já está com 40% das obras concluídas e deve ser entregue no início do ano que vem — e a reforma do terminal rodoviário. O encontro ocorreu no Restaurante Comunitário de Planaltina.

A Roda de Conversa em Planaltina reuniu 750 pessoas, das quais 36 da sociedade civil e 34 de movimentos sociais se inscreveram para fazer perguntas diretamente a Rodrigo Rollemberg.

Iluminação pública em Planaltina

O presidente da Organização de Ação Social Esporte e Cultura do Buritis III, Rogério Vieira, de 42 anos, pediu mais iluminação, além da já instalada em dois becos no setor
O presidente da Organização de Ação Social, Esporte e Cultura do Buritis III, Rogério Vieira, de 42 anos, pediu mais iluminação, além da já instalada em dois becos no setor. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

O presidente da Organização de Ação Social, Esporte e Cultura do Buritis III, Rogério Vieira, de 42 anos, pediu mais iluminação, além da já instalada em dois becos no setor — uma luta que, segundo ele, se arrastou por anos. “A iluminação no Buritis ainda tem de ser reforçada, muitos postes são antigos e precisam ser trocados em quadras de esporte, áreas verdes e becos”, disse.

Outra questão apresentada por Vieira, que vive na região há 28 anos, foi a instalação de dois pontos de encontro comunitário no setor. Segundo Rollemberg, a administração regional vai licitar em cerca de um mês 21 PECs, que serão distribuídos em vários locais de Planaltina.

A regularização fundiária foi outro tema abordado pelos moradores que participaram da conversa com Rodrigo Rollemberg. Segundo o governador, será marcada em breve uma data para a entrega de 500 escrituras na Vila Vicentina. “Em um ano e sete meses de governo, já entregamos mais de 12 mil escrituras e vamos entregar mais nesses próximos dias”, afirmou. A regularização fundiária é um dos pilares do programa Habita Brasília.

Retomada das obras no Centro Olímpico e Paralímpico

Segundo Rollemberg, na semana que vem será assinada a ordem de serviço para a retomada das obras no Centro Olímpico e Paralímpico de Planaltina, paradas desde 2012. As intervenções são estimadas em R$ 2,4 milhões. A área tem 35,7 mil metros quadrados, com espaço para quadra de tênis, paredão de escalada, pista de atletismo, campo de grama sintética, ginásio poliesportivo, piscinas e quadra de esportes. A estrutura fica no Setor Recreativo e Cultural Módulo Esportivo. Iniciado em 2009, o centro já está 90% concluído.

Restaurante Comunitário de Planaltina, Planaltina, Brasília, DF, Brasil, 25/8/2016 Foto: Pedro Ventura/Agência BrasíliaO governador Rodrigo Rollemberg participa da quinta edição da Roda de Conversa de 2016, na noite desta quinta-feira (25), no Restaurante Comunitário da região. A atividade reuniu 750 pessoas, das quais 36 da sociedade civil e 34 de movimentos sociais se inscreveram para fazer perguntas diretamente a Rodrigo Rollemberg.O morador do assentamento Oziel Três, Indoleto Pereira de Deus, de 64 anos.
Morador do assentamento Oziel Três, Indoleto Pereira de Deus, de 64 anos, quer mais infraestrutura para o local em que vive. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Morador do assentamento Oziel Três, Indoleto Pereira de Deus, de 64 anos, quer mais infraestrutura para o local em que vive. “Temos dificuldade para arar a terra e produzir, precisamos de ajuda”, disse. Em resposta, o governador informou que pedirá à Secretaria da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural para enviar técnicos que ajudem a comunidade a realizar o serviço o mais breve possível.

De acordo com a última Pesquisa por Amostra de Domicílios (Pdad) de Planaltina, divulgada em 2015, a população urbana estimada é de 189.412 habitantes, com 51,10% de mulheres. A região tem um total de 54.286 domicílios urbanos, com predominância de casas (51.305), que representam 94,49% das residências. O lugar foi fundado oficialmente em 19 de agosto de 1859.

Políticas públicas mais eficazes

Esta é a oitava edição da Roda de Conversa. Em 2015, a iniciativa passou por CandangolândiaItapoã e Recanto das Emas. Neste ano, a atividade já atendeu os moradores de São SebastiãoÁguas ClarasBrazlândia e do Riacho Fundo II.

O objetivo das Rodas de Conversa, organizadas pela Subchefia de Interação Social, da Chefia de Comunicação Institucional e Interação Social do DF, é identificar as principais necessidades de cada região administrativa e, com isso, passar ao governo informações para a construção de políticas públicas com resultados mais eficazes, de acordo com as necessidades apontadas pelos moradores.

Também participaram da Roda de Conversa em Planaltina os chefes da Casa Civil, Sérgio Sampaio; e de Comunicação Institucional e Interação Social, Luciano Suassuna; os secretários de Educação, Júlio Gregório Filho; de Saúde, Humberto Fonseca; de Infraestrutura e Serviços Públicos, Antônio Raimundo Santos Ribeiro Coimbra; e da Segurança Pública e da Paz Social, Márcia de Alencar Araújo; os diretores-gerais da Polícia Civil, Eric Seba; do Transporte Urbano do DF (DFTrans), Léo Carlos Cruz; e do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF), Henrique Luduvice; os diretores-presidentes da Companhia de Desenvolvimento Habitacional (Codhab-DF), Gilson Paranhos; da Companhia Energética de Brasília (CEB), Ari Joaquim da Silva; e da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), Júlio Menegotto.

Além deles, estavam no evento os presidentes da Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb), Maurício Luduvice; da Agência de Desenvolvimento (Terracap), Júlio César de Azevedo Reis; e do Instituto Brasília Ambiental, Jane Vilas Bôas; os comandantes-gerais do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Hamilton Santos Esteves Junior; e da Polícia Militar, coronel Marcos Antônio Nunes de Oliveira; e o administrador regional de Planaltina, Vicente Salgueiro Baño Salgado.

Edição: Paula Oliveira

Galeria de Fotos

Roda de Conversa em Planaltina