20/3/17 11:36
Atualizado em 21/3/17 às 11:27

Escolas da rede pública terão mensageiros da água

Projeto da Educação em parceria com a Caesb prevê que professores ou coordenadores criem ações de uso sustentável do recurso hídrico e levantem dados sobre o consumo

Professores e coordenadores da rede pública do Distrito Federal serão escolhidos para criar ações de uso sustentável de água e levantar dados sobre o consumo nas escolas. Eles farão parte do projeto Mensageiros da Água, parceria da Secretaria de Educação com a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb).

A ideia é conscientizar estudantes e servidores do ensino público sobre a crise hídrica e acompanhar os gastos e necessidades das unidades de ensino. O cargo de mensageiro da água foi instituído por meio de uma circular assinada pelo subsecretário de Educação Básica, Daniel Crepaldi.

“Essas informações serão usadas para que a secretaria e a Caesb tenham conhecimento das realidades de consumo de água de cada unidade. Há escolas no DF sem caixa d’água, em área rural ou com plantação de horta”, explica a assessora do gabinete da Secretaria de Educação, Luciana Oliveira.

Depois de escolhidos, os mensageiros farão uma oficina de formação para o cargo, prevista para ocorrer em abril. Um manual será distribuído para as coordenações regionais de ensino e às coordenações da Subsecretaria de Educação Básica, com cartazes e fôlderes de orientação.

Edição: Raquel Flores