Notícias

13/11/11 13:23

Capital do esporte

Somente este ano, Brasília já foi escolhida como sede de seis grandes eventos esportivos. O mais recente é o Mundial de Patinação Artística, que começa amanhã (14/11). Agora, O GDF está empenhado em mais uma conquista: a Universíade, de 2017

Dalila Góes, com informações da SecomOs olhos do mundo começam a se voltar para a capital da República a partir deste mês e seguem atentos até 2017. Isso porque, nos próximos seis anos, Brasília irá se firmar como sede dos maiores e mais importantes eventos esportivos do mundo. Com a capital movimentada e a economia aquecida por turistas do mundo inteiro e pela exposição na mídia internacional, o desenvolvimento social, econômico e de infraestrutura dará um grande salto.

O calendário que colocará Brasília no circuito mundial de competições esportivas começa neste mês. A capital federal sediará o 56º Campeonato Mundial de Patinação Artística, realizado pela primeira vez no Brasil. De amanhã (14) a 27 de novembro, 1.080 atletas de 36 países disputarão, no Ginásio Nilson Nelson, medalhas nas categorias júnior e sênior.

O Mundial se junta a outras grandes competições que terão como base a capital federal. Brasília será a sede da abertura da Copa das Confederações, em 2013, e receberá, ao lado do Rio de Janeiro, a maior quantidade de partidas da Copa do Mundo de 2014 (sete no total), além de jogos da Copa América, em 2015, e das Olimpíadas, em 2016.

A capital também conquistou, no início de novembro, o posto de primeira cidade das Américas a receber a Gymnasiade ― Olimpíadas Escolares Mundiais, que ocorre em 2013. A competição, realizada de quatro em quatro anos, reúne cerca de 2 mil atletas de 14 a 17 anos, de 45 países.

Além disso, há grande expectativa para o próximo dia 26 de novembro, quando será anunciada, em Bruxelas, na Bélgica, a cidade que sediará a Universíade de 2017, jogos universitários considerados o terceiro maior evento esportivo do mundo. Brasília está na disputa com Taipei, em Taiwan.

“Esta será a década do esporte em Brasília. O Mundial de Patinação e outros grandes eventos esportivos que serão realizados em nossa capital possibilitarão oportunidades de crescer, de gerar empregos e novos investimentos”, destaca o governador Agnelo Queiroz.

Brasília também está cotada para receber lutas do maior evento de MMA do mundo, o UFC (Ultimate Fighting Championship), que voltará ao Brasil em 2012 – a última edição ocorreu em agosto deste ano, no Rio de Janeiro. O Governo do Distrito Federal (GDF) se reuniu por duas vezes com dirigentes da marca, que também já vistoriaram a cidade, para acertar a realização de uma edição na capital. E a expectativa é que o evento seja realizado no Aniversário de Brasília, em 21 de abril.

Para os brasilienses, o grande legado da exposição e atração de turistas com a vinda desses eventos será um conjunto de melhorias na cidade e na qualidade de vida: geração de emprego e renda, melhorias dos serviços prestados, capacitação de mão de obra e investimentos nas áreas viárias, urbanas e da saúde. Além, é claro, da chance única de serem espectadores de grandes competições que nunca estiveram em solo candango.

Destaque brasiliense

O campeonato de patinação, que começa nesta segunda-feira (14/11), será aberto ao público para as competições que ocorrem a partir das 14 horas. Na abertura, haverá apresentação de 195 atletas brasilienses, com idade a partir de cinco anos.

Na competição oficial, o Distrito Federal será representado pela patinadora Thatiana Resende, de 23 anos, que garantiu a vaga no mundial durante o Campeonato Brasileiro de Interseleções, realizado em setembro, em Novo Hamburgo (RS). Para o Mundial, a atleta intensificou o ritmo de treinos para quatro horas diárias, inclusive nos fins de semana e feriados, e reforçou o trabalho de musculação e o acompanhamento nutricional.

“É outro nível de campeonato, os melhores do mundo estarão aqui. Também é uma grande oportunidade de trocar experiências e aprender bastante”, festeja Thatiana, que compete profissionalmente desde os 12 anos de idade.

O 56º Mundial de Patinação Artística conta com o apoio da Secretaria de Turismo, que terá um Centro de Atendimento ao Turista dentro do Ginásio Nilson Nelson. No estande, atletas e torcedores encontrarão informações de Brasília e dicas de passeios.

Para o secretário de Turismo, Luís Otávio Neves, eventos como o Mundial são a oportunidade de promover o Distrito Federal dentro e fora do Brasil. Ele lembra que cada atleta traz pelo menos um acompanhante, que, se for bem recebido, multiplicará informações positivas sobre a cidade. “Vamos apresentar o melhor de Brasília e lembrar outros eventos esportivos que ocorrerão por aqui”, destaca o secretário.

Quem é a brasiliense que disputará medalhas no Mundial de Patinação Artística

Nome: Tathiana Lye Takasaki Lara Resende

Nascimento: 20/3/1988

Local: Brasília (DF)

Altura: 1,62m

Peso: 54kg

Principais títulos: bronze no Campeonato Brasileiro de 2011, em São Paulo; bronze na modalidade livre e ouro em figuras obrigatórias, no Interseleções de 2011, no Rio Grande do Sul; bronze na modalidade free dance, na Copa Interamericana, em Santos (SP), em 2011; quinto lugar no Sul-Americano de 2011, no Rio Grande do Sul; prata no Brasileiro de 2009.

SERVIÇO:
56º Mundial de Patinação Artística

De 14 a 27 de novembro, sempre às 14h, no Ginásio Nilson Nelson.

A entrada é gratuita.

O credenciamento para a imprensa pode ser feito pelo site http://www.brasil2011.org/

Calendário Esportivo – Brasília

Campeonato Mundial de Patinação Artística

 

Novembro de 2011

UFC (Ultimate Fighting Championship)

(candidatura apresentada, aguardando resultado)

Abril de 2012

Abertura da Copa das Confederações

Junho de 2013

 

Gymnasiade

(Olimpíadas Escolares Mundiais)

 

Novembro/Dezembro de 2013

Copa do Mundo

Junho/Julho de 2014

 

Copa América

Julho de 2015

 

Partidas de futebol dos Jogos Olímpicos

Agosto de 2016

 

Universíade – Jogos Universitários

(candidatura apresentada – resultado será divulgado em 26/11/11)

Julho de 2017

 

00016628

13/11/11 3:00

Desconstruindo o machismo

A AGÊNCIA BRASÍLIA entrevista a secretária da Mulher, Olgamir Amancia. Ela prioriza o enfrentamento à violência doméstica em sua gestão e acredita que a educação é determinante para acabar com o machismo

12/11/11 3:00

Novo datacenter

Mudança na gestão de tecnologia de informação e comunicação valorizam servidores de carreira, antecipam diretrizes do Plano Plurianual e resultarão em economia de R$ 49 milhões

Victor Ribeiro, da Agência Brasília

Novo modelo de gestão, já em vigor, antecipa as diretrizes definidas pelo governador Agnelo Queiroz e pelos secretários de Estado para o Plano Plurianual (PPA) 2012-2015

O Governo do Distrito Federal (GDF) estima fechar 2011 com economia de R$ 49,2 milhões na área de tecnologia. A redução no custo é resultado da mudança na gestão de tecnologia da informação e comunicação (TIC) do GDF, que deixou de ser feita por empresas terceirizadas e passou a ser realizada por servidores da Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan), em uma grande central de dados – datacenter – localizada na Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan).

Para administrar melhor a área, a Seplan destinou inicialmente oito pessoas. Após a reestruturação realizada este ano, foi criada a Sebsecretaria de TIC, que reúne 70 pessoas. “São, em geral, técnicos talentosos que estavam lotados em outras áreas do governo e agora fazem parte da nossa estrutura”, explica o coordenador de Processos e Requisitos, Rodrigo Freitas. A estrutura de tecnologia da informação que vinha sendo construída nas gestões passadas era totalmente terceirizada. “Essa nova gestão, com servidores de carreira, mudou todo o cenário e está mudando a imagem da TIC do GDF”, destaca Freitas.

O datacenter oferece suporte à rede do GDF e sustentação da estrutura corporativa hospedada no Centro de Tecnologia da Informação e de Comunicação do governo (Cetic). O enfoque do trabalho é na infraestrutura de hospedagem de sistemas públicos, como o Sistema de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH), e de secretarias de Estado, como a de Governo, de Educação e de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda.

“Temos 60 servidores fixos em nosso ambiente dedicado, além de 300 máquinas virtuais. Essa estrutura suporta aproximadamente 200 sites e 40 sistemas corporativos”, detalha o coordenador de Produção, Fábio Tabosa. Os técnicos acrescentam que os projetos são escalonados, planejados para ocorrer a partir da demanda de cada órgão do governo. “Isso nos permite organizar os gastos de forma racional, sem hiperdimensionar os valores”, afirma Rodrigo Freitas.

Nova gestão – O novo modelo de gestão, já em vigor, antecipa as diretrizes definidas pelo governador Agnelo Queiroz e pelos secretários de Estado para o Plano Plurianual (PPA) 2012-2015.

De acordo com Freitas, as mudanças ocorreram após a Operação Caixa de Pandora revelar, em 2009, a prática de irregularidades relacionadas às empresas de informática prestadoras de serviços ao GDF. Ao assumir o governo, em janeiro deste ano, Agnelo Queiroz determinou a apuração e a punição dos responsáveis pelas fraudes. Quatro dessas foram inscritas em agosto, pela Secretaria de Transparência e Controle, na lista de inidôneas da Controladoria Geral da União (CGU) e não poderão celebrar contratos com nenhum ente público pelos próximos cinco anos.

00016638

11/11/11 3:00

Leitos garantidos

Secretaria de Saúde contesta valor da dívida cobrada por Sindicato dos Hospitais Particulares e tranquiliza a população quanto à disponibilidade de leitos de UTIs públicas no setor privado

11/11/11 3:00

Continuidade às ações na Fazenda

Novo secretário Marcelo Piancastelli se reúne com antecessor para conhecer as ações desenvolvidas pela pasta desde o início do atual governo

Secretaria de Fazenda

O secretário de Fazenda do Distrito Federal, Marcelo Piancastelli de Siqueira, reuniu-se na manhã desta sexta-feira com o seu antecessor, Valdir Moysés Simão, que apresentou as ações desenvolvidas pela Pasta desde o início do mandato do governador Agnelo Queiroz, em janeiro deste ano.
 
Ao fazer um balanço do encontro, o novo titular da Fazenda do DF disse que a sua missão será “dar continuidade ao bom trabalho que vem sendo feito”. Segundo o secretário, não estão previstas mudanças imediatas. “Corrigir rumos é normal nesses casos, mas, inicialmente, vamos dar prosseguimento às ações realizadas pelo secretário Valdir Simão”, afirmou.
 
Na reunião, foram tratados diversos assuntos: equilíbrio das contas públicas; aumentos sucessivos da arrecadação tributária; medidas que foram tomadas para dar mais transparência às atividades da Pasta; avanços do Distrito Federal em relação aos temas em discussão no Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz); novo modelo de fiscalização implantado; medidas internas de gestão; mudanças na área de tecnologia da Secretaria de Fazenda; e modernização da gestão administrativa e fiscal, entre vários outros temas.

Marcelo Piancastelli recebeu ainda informações do secretário de Planejamento do DF, Edson Ronaldo Nascimento, que participou do encontro ao lado da secretária-adjunta, Wanderly Ferreira da Costa, e do adjunto da Fazenda, Luis Henrique Fanan, que está deixando a Pasta para ser diretor de Gestão Estratégica no Ministério do Turismo. Também participou da reunião Ronaldo Camilo, secretário-executivo da Terracap.
 
Os participantes visitaram a Sala de Monitoramento da Subsecretaria da Receita – que permite o acompanhamento on-line de todo o processo de arrecadação tributária do Distrito Federal – e conheceram as obras do novo Data Center da Secretaria de Fazenda, que está prestes a entrar em funcionamento.
 
O ex-secretário Valdir Moysés Simão elogiou a escolha do seu sucessor. “Marcelo Piancastelli é um técnico de alto nível e tenho certeza que terá sucesso à frente da Secretaria”, disse. Sobre a reunião, Simão comentou que foi uma oportunidade de apresentar o estágio das atividades desenvolvidas nos últimos 10 meses e o processo de reestruturação da Pasta. Ao final, se declarou “feliz” com a nomeação do novo secretário, “cujo perfil demonstra uma grande capacidade gerencial”.
 
Valdir Simão deixou o GDF, em que esteve desde o início do governo Agnelo Queiroz, para assumir a Secretaria Executiva do Ministério do Turismo a convite da presidenta Dilma Rousseff.