19/7/12 0:05
Atualizado em 17/5/16 à 14:24

Referência em qualidade de vida

Na série semanal de entrevistas com administradores regionais, Sebastião Stênio Pinho apresenta à AGÊNCIA BRASÍLIA resultados positivos de sua gestão no Recanto das Emas


. Foto: Pedro Ventura

Estreitar a relação com a comunidade é uma das principais características do trabalho desenvolvido por ele na região. Com apenas três meses no cargo, Stênio já tem planos de transformar a cidade em referência na área de Saúde e levar mais qualidade de vida aos moradores com obras de infraestrutura.

Quais as principais obras e ações realizadas desde o início de 2011?

Assumimos a administração há pouco mais de três meses com a missão dada pelo nosso governador Agnelo Queiroz e o vice Tadeu Filippelli de estreitar a relação do Governo do Distrito Federal e, por conseguinte, da administração com a comunidade local. Nossa principal meta é oferecer respostas rápidas às demandas solicitadas e promover, com ações e obras, a melhoria da qualidade de vida dos moradores da nossa cidade.

Serão construídos dois novos terminais rodoviários na cidade. Fale um pouco dessa obra.

Temos pleiteado esses terminais desde a primeira vez em que fui administrador da cidade, em 2008. Essa luta é da comunidade, dos rodoviários e de todas as pessoas que, como eu, amam e trabalham por esta cidade. Esta obra é um marco e uma vitória do cidadão recantense que, há mais de 15 anos, usa dois terminais sem a mínima infraestrutura. Esta obra é mais uma demonstração do compromisso e respeito do GDF com a nossa cidade.

O que mais está previsto para a cidade?

Estamos na iminência de concluir a construção da primeira Clínica da Família na nossa cidade e iniciar as obras de mais duas. Temos ainda diversos projetos de praças e pontos de encontro comunitário para serem instalados em algumas das 59 quadras que compõem o Recanto das Emas. Existe também a previsão da construção de um centro cultural e de um shopping popular. Comemoramos este ano nosso 19º aniversário. Somos uma cidade jovem, com muito a ser feito, contudo, nesses 18 meses de governo, o GDF já transformou a nossa paisagem urbana com diversas obras, ações e iniciativas que têm, dia a dia, melhorado a nossa qualidade de vida.

Quanto ao Orçamento Participativo (OPDF), como é a participação popular na cidade? Que obras realizadas são reivindicações do OPDF?

Nossa comunidade é muito politizada, participa, cobra. Das obras oriundas do OPDF, temos a construção da quadra poliesportiva da quadra 802, de mais Clínicas da Família, de diversos pontos de encontro comunitário, praças, parque infantil, entre outros. É muito gratificante ver o carinho e atenção dispensados à nossa cidade pelo governo, além do empenho de trabalharmos juntos para um novo DF.

Como está o programa Saúde na Família nesta região administrativa?

Em evolução. Conseguimos formar mais nove equipes do programa Saúde da Família. Ou seja, nossa cobertura com seis equipes era de 21 mil pessoas. Com esse incremento, conseguiremos cobrir 52 mil. A tendência, somadas as inaugurações da Clínica da Família e da UPA, é, em breve, sermos referência em saúde no DF.