5/9/12 21:10
Atualizado em 17/5/16 às 14:18

Santa Maria atrai grandes investimentos

Na série de entrevistas semanais com administradores regionais, Neviton Pereira Junior fala à AGÊNCIA BRASÍLIA sobre as iniciativas que vão garantir o desenvolvimento da cidade


. Foto: Pedro Ventura

O administrador Neviton Pereira Junior, no cargo desde 1º de janeiro de 2011, conta que há grandes investimentos na cidade, como a construção do Bus Rapid Transit (BRT), que ligará Gama, Santa Maria, Park Way e o Entorno Sul ao Plano Piloto. Recolhimento de lixo e entulho e a manutenção de áreas públicas também fazem parte da rotina de trabalho da administração de Santa Maria.

Fale um pouco sobre o desenvolvimento da cidade.

As obras do BRT, um investimento R$ 530 milhões, representam desenvolvimento não só para Santa Maria, mas também para Gama, Park Way e Entorno Sul. Cerca de 220 mil pessoas deverão usar diariamente o novo transporte. Hoje, elas levam cerca de 90 minutos para chegar ao destino. Esse tempo será reduzido para 40 minutos. O é de. A previsão é de que as obras sejam concluídas até o fim do primeiro semestre de 2013.

Que serviços foram realizados em Santa Maria?

Os serviços de limpeza e recuperação de áreas públicas fizeram a diferença e aumentaram a qualidade de vida dos moradores de Santa Maria. São diversas ações, executadas ou em andamento, que têm o intuito de resgatar a imagem da cidade. Nessa lista, podemos citar a pintura em vários setores e a limpeza diária da cidade. Cerca de mil caminhões de lixo e entulho já foram retirados desde o ano passado. Desobstruímos bocas de lobo em avenidas e entrequadras, que sofriam com alagamentos na época da chuva, e também construímos 5 mil metros de calçadas e um coreto.

O que está sendo feito para incentivar a cultura e lazer?

Criamos o projeto Brasília de Todos os Cantos. Em sua primeira edição, ocorrida neste ano, tivemos apresentação de grupos de rock, reggae, MPB, hip hop e eletroeletrônico. Além disso, em toda primeira semana do mês, é cedido um espaço na administração regional para que artesãos da cidade exponham seu trabalho. Para promover o lazer, foram instalados 14 Pontos de Encontro Comunitário (PECs), uma pista de skate, dois campos de futebol com grama sintética e construção de uma quadra de esportes, cobertura de outra e recuperação de mais três. Também são realizadas oficinas de teatro no Galpão Cultural da administração. Jovens e crianças fazem apresentações de dança, teatro e música. Outro projeto, intitulado Teatro na Escola, é realizado em parceria com a Fundação Athos Bulcão e com a Coordenadoria Regional de Ensino de Santa Maria. O objetivo é trazer os alunos para o universo do teatro e proporcionar condições para que eles coloquem seu aprendizado em prática.

Há projetos sociais desenvolvidos na cidade?

Sim. Próximo a datas comemorativas, promovemos eventos comunitários em parceria com órgãos e entidades religiosas. Oferecemos serviços como corte de cabelo, massagem, assessoria jurídica, assistência social, aferição de pressão e glicose. Polícia Militar, Secretaria de Saúde, CEB, Universidade Católica, igrejas, e outras instituições participam dessas ações. Trouxemos para a cidade, neste mês, palestras promovidas pela Secretaria da Mulher, com orientações sobre a Lei Maria da Penha. Cerca de 90 mulheres participaram. O próximo encontro será em 27 de setembro, no Centro de Atenção Psicossocial (Caps). Há ainda a palestra “Educação e saúde para os adolescentes”, promovida pela administração regional em parceria com o Caps. Os jovens recebem material informativo e, sob orientação de profissionais, debatem temas como drogas e doenças comuns a esta faixa etária.

O que é feito na área de esporte?

Em parceria com a administração regional, escolinhas de futebol atendem cerca de 500 crianças. Por meio desse trabalho, promovemos campeonatos e olímpiadas, com distribuição de medalhas e troféus. Esse trabalho ajuda a tirar crianças da rua e evita que elas fiquem expostas a riscos. Em breve, sediaremos o Campeonato de Futebol Copa BRB, do Banco de Brasília, que será disputada por equipes de várias regiões administrativas.