13/9/12 20:41
Atualizado em 17/5/16 às 14:17

Feira Modelo vira realidade em Sobradinho

Na série de entrevistas semanais com administradores regionais, Márcio Ribeiro Guedes apresenta à AGÊNCIA BRASÍLIA um balanço das principais realizações promovidas na cidade


. Foto: Divulgação

O administrador regional de Sobradinho, Márcio Ribeiro Guedes, que assumiu o cargo há pouco mais de um mês, acompanha de perto tudo que está sendo feito para melhorar a qualidade de vida da comunidade. Ele mora na cidade desde que nasceu e ressalta que muitas melhorias já foram  realizadas e outras, como a Feira Modelo, estão em processo final para serem colocadas à disposição da comunidade.  

A Feira Modelo será um dos diferenciais da cidade. Quando começará a funcionar?

Essa feira é um sonho dos feirantes e moradores de Sobradinho. As obras estavam paradas e foram retomadas em novembro de 2011. São 304 boxes na nova feira, que já está concluída. Estamos agora no processo de transferência dos feirantes. A lista definitiva com os nomes dos permissionários foi divulgada no dia 31 de agosto, e o sorteio para definir a localização de cada box ocorreu em 3 de setembro.  Provavelmente, nesta semana, os feirantes devem ficar sabendo que modelo de box padrão deverá ser adotado.  Finalizada a instalação dos boxes, a feira será inaugurada.

O senhor assumiu recentemente a Administração Regional de Sobradinho. Quais são as suas perspectivas para a cidade?

Iniciei minha gestão aqui há pouco tempo, em 8 de agosto deste ano, mas estou muito confiante. Nasci e sempre morei em Sobradinho, ou seja, tenho uma relação sólida com os moradores e conheço as dificuldades daqui. A minha meta é, com muito empenho e dedicação, manter a cidade limpa e organizada, concluir as obras e trazer mais melhorias com apoio de todo o Governo do Distrito Federal. Trazer avanços para a cidade é elevar a qualidade de vida dos seus moradores.

Que benefícios Sobradinho recebeu do governo desde 2011?

Vários pontos escuros de Sobradinho ganharam iluminação pública, o que auxilia na segurança dos moradores. Na primeira etapa dos serviços, instalamos  83 postes com lâmpadas mais potentes, de 400 watts, na Rua 03. A meta é colocar mais postes e trocar as luminárias em toda a cidade. As escolas também estão sendo revitalizadas. Além disso, por meio do programa do GDF Regularizou, é Seu, foram entregues 429 casas na Vila Dnocs, em área com saneamento básico e urbanização.  

Quais espaços de lazer são oferecidos à população?  

Estamos perto de inaugurar o Centro Olímpico David Henrique Conrado Meira, onde atenderemos cerca de mil alunos em diversas modalidades esportivas. Também construímos uma praça na Vila Basevi e instalamos sete Pontos de Encontro Comunitário (PECs). Além disso, revitalizamos o Parque dos Jequitibás, que ganhou bloquetes de concreto no estacionamento e nas calçadas, construção de skate parque, instalação de um PEC e reforma do anfiteatro e banheiros.  

O que é feito para melhorar o trânsito em Sobradinho?  

Revitalizamos placas de sinalização e faixas de pedestres, entregamos as obras de duplicação e restauração da DF-150. Também fizemos recapeamento e operação tapa-buraco de vias em vários pontos da cidade. Os pedestres ganharam calçadas, construímos rampas de acessibilidade para facilitar a locomoção de pessoas com deficiência, e estamos concluindo uma ciclovia com 5,4km de extensão. Ela contornará a cidade desde o balão que liga Sobradinho 1 a Sobradinho 2 à BR-020.  

Sobradinho tem recebido avanços na área de Saúde?

Umas das principais realizações nessa área foram a reforma do Hospital Regional e a construção de um bloco materno infantil, que está em fase de acabamento. Os moradores também podem contar com a construção de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que ajuda a desafogar o atendimento nos hospitais. O Setor Nova Colina terá, pela primeira vez, um Centro de Saúde para atender os moradores da região. Além disso, no Setor de Mansões, por meio de parcerias, foi instalado Posto de Atendimento para Primeiros Socorros.