15/1/13 17:32
Atualizado em 17/5/16 às 14:33

Guará com infraestrutura reforçada

Na série semanal de entrevistas com administradores regionais, Carlos Nogueira apresenta à AGÊNCIA BRASÍLIA um balanço de ações para elevar a qualidade de vida dos moradores do Guará. Segundo ele, os principais avanços são para melhorar os espaços públicos da região administrativa


. Foto: Pedro Ventura

Empossado em 1º de janeiro de 2011, Carlos Nogueira conta que acompanha de perto todas as ações realizadas para promover o desenvolvimento do Guará. Sua administração apresenta forte investimento em toda a infraestrutura da cidade. Calçadas, ruas, meios-fios e equipamentos públicos recebem reparos. Rampas de acessibilidade são construídas para as pessoas poderem andar tranquilamente pela cidade. Pontos de Encontro Comunitário (PECs), quadras revitalizadas e projetos para incentivar o lazer também fazem parte da realidade de quem mora no local. Nogueira diz, ainda, que o próximo passo será a construção de uma ciclovia e uma biblioteca pública.
 

Quais foram os principais avanços na cidade durante sua gestão?
 

Houve um forte investimento em toda a infraestrutura do Guará. Para evitar transtornos na época da chuva, foram construídas 60 bocas de lobos e três galerias de águas pluviais. Para iluminação pública, foram instalados cerca de 80 postes e diversas luminárias foram trocadas ou receberam manutenção. Os motoristas e pedestres também podem contar com várias melhorias. Foram colocados 4km de calçadas, 6km de meio-fio e 120 rampas de acessibilidade. Além disso, foram construídos quatro estacionamentos públicos e recapeados 6km de vias. Cerca de 100 placas de sinalização horizontal e vertical foram instaladas, e, em breve, serão colocadas as de endereçamento.
 

Houve instalação de novos equipamentos públicos para incentivar o lazer, a cultura e o esporte?
 

Sim. A população recebeu 23 Pontos de Encontro Comunitário (PECs),10 Academias para Primeira Idade (APIs), três quadras poliesportivas novas e 17 reformadas e duas coopervias, uma de 1,5km e outra de 3 km. A Casa da Cultura também foi reformada e está pronta para ser inaugurada. O prédio está em uma área de 600m² e tem auditório, sala de reunião e sala para oficinas. De segunda a sexta, a população poderá assistir a apresentações e visitar exposições.
 

Há ações para efetivamente incentivar a prática de esportes?

No Guará, temos muitos eventos esportivos. Convidamos a população para participar de campeonatos de futsal, futebol amador, corridas para as crianças, entre outros. No Ginásio de Esportes do Guará, a comunidade pode fazer vários esportes, como ginástica rítmica e basquete, entre outros.
 

A administração possui projetos culturais na cidade?
 

Diversos movimentos artísticos foram instituídos na cidade. O objetivo é oferecer cultura e lazer à comunidade. Nós temos o Espaço Cultural da Feira, que funciona na Feira do Guará. Os artistas se reúnem para fazer apresentações de teatro, dança e espetáculos culturais. As pessoas podem visitar o local de quarta a domingo, das 8h às 18h. Além disso, há a Caminhada Cultural, que ocorre na orla da cidade. Lá, é possível assistir a apresentações de dança do ventre e shows. No teatro da cidade, acontecem duas atividades culturais: Alcateia e a Coletânea Poética. O projeto Caminhadas Ecológicas ocorre no Parque das Águas.
 

Quais são os progressos na área de Saúde?
 

Conscientizamos a população contra a dengue. Os moradores são orientados quanto aos cuidados para evitar a proliferação do mosquito, com panfletos, placas e e-mails. O Hospital Regional do Guará ganhou uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A Carreta da Mulher também esteve na cidade até o início deste mês e realizou 1.739 atendimentos, sendo 486 prevenções, 641 ecografias e 612 mamografias.
 

Quais são os planos para o Guará?
 

Temos vários projetos para a cidade. Um deles será uma biblioteca pública. Também construiremos uma ciclovia com 7km de extensão. Essa obra já foi licitada e deve iniciar em janeiro de 2013.
 

A administração começou um processo para a reforma das praças. Qual é o motivo dessa iniciativa e quais foram as condições encontradas?

São 17 praças que servem como quadras poliesportivas, PECs, parques infantis e bancos para as pessoas conversarem. Nelas foram constatados desgastes relativos à ação do tempo e uso. Estamos consertando calçadas, grades e pisos, que serão trocados por grama sintética, que dura mais tempo, diferentemente dos pisos de cimento, que racham e se deterioram com maior facilidade.
 

A população do Guará tem essa característica de cuidar da saúde e se exercitar?
 

A população do Guará é muito esclarecida em relação à saúde. São pessoas com um nível sociocultural elevado. Muitas pessoas frequentam os pontos de lazer e a orla da cidade. Além de poder se exercitar, o morador ainda assiste a atrações culturais, que fazem parte do projeto Caminhada Cultural. Temos, ainda, 25 PECs, distribuídos por toda a orla do Guará, onde os idosos podem se exercitar. Onde não há PEC, temos parque para que as crianças também possam se divertir.