22/8/13 22:35
Atualizado em 22/8/13 às 22:35

Estudante desaparecido há 13 dias é encontrado próximo à Rodoferroviária

Felipe Dourado dormia em uma caixa de papelão e foi identificado por um morador de rua, que acionou a polícia


. Foto: Hmenon Oliveira – 22/08/2013

BRASÍLIA (22/8/13) – Depois de 13 dias desaparecido, o estudante Felipe Dourado Paiva, 22 anos, foi encontrado hoje pelas forças de Segurança Pública do Distrito Federal, graças à participação da população ao acionar as autoridades no momento em que ele estava próximo à Rodoferroviária de Brasília.

 

“É importante frisar o trabalho da comunidade, que foi fundamental em passar informações e acionar a segurança. Isso é de extrema importância, principalmente para encontrar alguém que estava em constante movimento”, explicou o secretário-adjunto de Segurança Pública, Paulo Roberto Oliveira, durante coletiva de imprensa.

 

Enquanto dormia em uma caixa de papelão, Felipe foi identificado por um morador de rua, que no mesmo momento foi ao posto policial mais próximo e pediu para avisar a família do jovem.

 

Quando o sargento do 7ª Batalhão da Polícia Militar, Antônio Dantas, chegou ao local, o estudante estava em cima de uma árvore, e desceu apenas quando viu a irmã, Priscila Dourado, que foi ao local.

 

“Logo vi que ele estava assustado, mas assim que ele viu a irmã ficou bem emocionado”, detalhou o sargento.

 

Segundo o diretor da Divisão de Repressão a Sequestros (DRS), Leandro Ritt, outras denúncias foram recebidas hoje, que confirmaram o paradeiro de Felipe próximo ao Cruzeiro Velho e à Rodoferroviária.

 

“Nos últimos sete anos que acompanho casos semelhantes, essa foi a primeira vez que vi um caso que contou com uma participação tão grande da população”, afirmou Ritt.

 

Desde o desaparecimento, entre 40 a 50 denúncias foram recebidas pela polícia, o que incluiu até mesmo uma do estado do Pará.

 

Assim que foi encontrado, Felipe foi levado ao Hospital Regional do Guará (HRGu) para fazer exames, mas segundo a polícia ele está bem de saúde.

 

(L.C/J.S)