Fale com o Governo Ações em Destaques

15/6/14 às 11:05, Atualizado em 12/5/16 às 17:53

Emoção marca primeira missa na Paróquia Santa Rita de Cássia após restauração

Duas mil pessoas assistiram à celebração na igreja, em Planaltina, que contou com o apoio do GDF para ser recuperada e entregue aos fiéis

Beatriz Ferrari, da Agência Brasília


. Foto Dênio Simões / GDF

BRASÍLIA (15/6/14) – O clima era de muita emoção na noite desse sábado (14) na Paróquia Santa Rita de Cássia, em Planaltina. Duas mil pessoas se aglomeravam para assistir à primeira missa celebrada após a restauração da igreja, que pegou fogo no ano passado.

 

A revitalização, que contou com o apoio do Governo do Distrito Federal, incluiu um novo telhado, a recuperação do piso, das paredes e das instalações elétricas, além de uma imagem da padroeira no altar.

 

“É muito emocionante ver o esforço de um povo que não se abalou com o que aconteceu, que mostrou fé e congregou esforços para levantar a igreja. O GDF também foi muito presente”, disse o padre Márcio Benevides, pároco da Santa Rita.

 

O GDF auxiliou na reconstrução, ao mobilizar empresários da construção civil, por meio da Associação Brasiliense de Construtores (Asbraco). A obra durou um ano e custou entre R$ 800 mil e R$ 1 milhão. A igreja também contou com doações de fiéis e organização de eventos para angariar fundos.

 

“Mobilizamos empresários em um prazo curto para resolver a situação grave. Foi um esforço substancial”, disse o governador Agnelo Queiroz, que compareceu à celebração acompanhado do vice, Tadeu Filippelli, e de outras autoridades.

 

A igreja tem capacidade para 1.350 pessoas sentadas – a terceira maior do DF. Nessa noite, havia 2 mil, segundo estimativas da Polícia Militar. Alguns fiéis se acomodaram de pé, do lado de fora, onde foi colocado um telão.

 

O incêndio ocorreu um ano após a inauguração, no dia 17 de maio de 2013. O interior foi destruído, às vésperas da festa do Divino Espírito Santo.

 

OUTRAS IGREJAS – Em abril deste ano, o GDF entregou a restauração da igrejinha de madeira São José do Operário, na Candangolândia, e, em outubro de 2013, foi a vez de os fiéis receberem a Igreja São Sebastião, em Planaltina, também restaurada.

 

(B.F./C.C.*)

Últimas Notícias