2/9/14 16:17
Atualizado em 2/9/14 às 16:17

Fogo Simbólico da Pátria passa por vários pontos do DF

Evento inicia as comemorações da Semana da Pátria


. Foto: Divulgação

BRASÍLIA (2/9/14) – A tocha da Corrida do Fogo Simbólico da Pátria passou, nessa segunda-feira (1º), pela Escola Classe 303 de Samambaia, onde foram hasteadas as bandeiras do Brasil, do Distrito Federal e de Samambaia. A cerimônia, que abre as comemorações da Semana da Pátria no DF, teve início no Parque da Cidade.

 

Além disso, atletas de todas as cidades se revezaram para levar a tocha para suas respectivas regiões administrativas. No Gama, participaram corredores do Grupo da Melhor Idade do Céu Azul e atletas da equipe Corgama, presidida por Francolino Lustosa.

 

“Todos os anos, nós nos revezamos para trazer a tocha. Isso é muito importante para desenvolvermos nossos sentidos para a prática esportiva e também para a questão cívica”, afirmou o corredor de rua ‘Bigode’, de 71 anos.

 

HISTÓRIA – Em 1937, no Rio Grande do Sul, um grupo de patriotas procurava um símbolo que bem representasse o calor patriótico do povo brasileiro. Surgiu a ideia do fogo, companheiro do homem desde a pré-história e que, nos tempos modernos, passou a ser cultuado durante as Olimpíadas.

 

Aprovada a ideia, foi decidido que o símbolo receberia a denominação de Fogo Simbólico da Pátria e que deveria percorrer o território nacional, em peregrinação cívica. A Liga da Defesa Nacional se juntou aos idealizadores e criou a Corrida do Fogo Simbólico da Pátria, evento realizado pela primeira vez em 1938, em um percurso de 26 quilômetros, entre as cidades gaúchas de Viamão e Porto Alegre.

 

Em 7 de setembro de 1972, quatro ‘Chamas Sagradas’, vindas de quatro pontos extremos do território nacional, uniram-se no Monumento do Ipiranga (SP) nas comemorações do sesquicentenário da Independência do Brasil.

 

 (A.S./C.C*)