9/5/15 15:56
Atualizado em 9/5/15 às 15:56

Agricultura familiar ganha mercado exclusivo na Ceasa

Quarenta e cinco associações do setor vendem produtos a varejo em espaço inaugurado hoje. Governador Rodrigo Rollemberg prestigiou o evento


. Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

Produtos frescos direto da horta para o consumidor. Com essa proposta, a Centrais de Abastecimento de Brasília (Ceasa), no Setor de Indústria e Abastecimento, inaugurou na manhã deste sábado (9) o Mercado da Agricultura Familiar. Quarenta e cinco associações de agricultores, artesãos, floristas, entre outras categorias, vendem produtos no espaço exclusivo para o setor. A princípio, haverá apenas vendas a varejo, aos sábados, das 6 horas ao meio-dia. O comércio no atacado deverá ter início até os primeiros meses do próximo semestre. Nesse caso, a previsão é que as bancas abram às segundas e às quintas-feiras.

A solenidade de inauguração contou com a presença do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, que fez questão de conhecer os produtores, experimentar queijos, frutas e tomar café com eles. “Temos agora um local de geração e democratização da renda e do trabalho para essas famílias; aqui eles vão garantir as condições para serem autossustentáveis, apresentando alimentos de qualidade”, enfatizou o chefe do Executivo local. Rollemberg lembrou o apoio do governo à agricultura familiar que tem produtos destinados à merenda servida na rede pública de ensino.

“O consumidor encontra boa diversidade de produtos com qualidade e, além disso, incentiva a agricultura familiar, associações, cooperativas e o pequeno produtor, gerando renda para essas famílias”, frisou o secretário de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do DF, José Guilherme Leal, presente no evento.

Consumidora aprova
Moradora do Sudoeste, Carolina Carvalho, de 27 anos, comprou pimenta e temperos. Servidora do Ministério da Saúde e consumidora habitual da Ceasa, ela destaca a importância do novo mercado: “Você compra diretamente de quem produz. É possível saber sobre a procedência de cada coisa e, melhor, pechinchar.”

A qualidade dos alimentos é o diferencial destacado pela presidente da Associação dos Pequenos Produtores Rurais de Santa Clara, em Flores de Goiás (GO), Olindina Gomes, de 52 anos. “Tudo é colhido pouco antes de vir para cá. Vai praticamente direto da horta para a mesa das pessoas”, garante.

O mercado faz parte do Centro de Capacitação e Comercialização da Agricultura Familiar (CCC), que está sendo construído na Ceasa e deverá ser inaugurado no segundo semestre deste ano. A obra recebeu investimentos de R$ 4,3 milhões — 10% provenientes do governo de Brasília e o restante, dos Ministérios do Desenvolvimento Agrário (MDA) e da Integração Nacional, com financiamento da Caixa Econômica Federal (CEF). São quase 300 metros quadrados de área construída, com galpão para as bancas, salão da agroindústria e artesanato, salas para oficinas e palestras, dormitório e auditório.

Também participaram da inauguração o presidente da Ceasa, Renato Dias; o presidente da Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap), Alexandre Navarro; o administrador do Plano Piloto, Igor Tokarski; o presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF), Argileu Martins da Silva; e representantes do MDA e da CEF.

Veja a galeria de fotos: