28/11/15 13:16
Atualizado em 16/3/18 às 15:40

Mutirão leva cidadania à comunidade da Fercal

Governador participou da abertura da ação, que beneficiou moradores como a dona de casa Maria Bezerra Alves

 

Moradora da Fercal, Maria Bezerra Alves foi a primeira a pegar senha para o atendimento oftalmológico
Moradora da Fercal, Maria Bezerra Alves foi a primeira a pegar senha para o atendimento oftalmológico. Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

Foi uma vizinha de Maria Bezerra Alves, de 52 anos, quem avisou sobre a terceira edição do Mutirão da Cidadania, na Fercal. A dona de casa chegou cedo à Escola Classe Engenho Velho e foi a primeira a pegar senha para o atendimento oftalmológico. A ação começou às 8 e segue até as 17 horas em três locais da região administrativa: na quadra de esportes, no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e na instituição de ensino.

O governador Rodrigo Rollemberg participou da abertura da edição do projeto. “[O mutirão] representa um conforto e traz cidadania à comunidade, além de contribuir para diminuir a pressão sobre os hospitais públicos”, afirmou durante agradecimento ao apoio da Marinha do Brasil, responsável pelos atendimentos médicos.

A expectativa dos organizadores é que sejam atendidas 5 mil pessoas até o fim do dia. São oferecidos serviços como atendimentos médico e odontológico, orientações sobre prevenção ao uso de drogas, reaproveitamento alimentar e oficinas de saúde.

Participaram da abertura os secretários de Justiça e Cidadania, João Carlos Souto, e de Educação, Esporte e Lazer, Júlio Gregório Filho.

Reforma
A Escola Classe Engenho Velho foi reformada recentemente com materiais doados por vários órgãos do governo local. O espaço recebeu telhado, portão e parquinho, além da renovação da pintura e outras benfeitorias.

A estrutura física do colégio foi afetada por uma forte ventania e chuva de granizo em 6 de outubro deste ano. A reforma foi feita por presos da Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap), vinculada à Secretaria de Justiça e Cidadania.

Ação
O mutirão é promovido pela Secretaria de Justiça e Cidadania e tem o apoio do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e da Marinha do Brasil, além da participação de outros órgãos do governo local.

O primeiro Mutirão da Cidadania ocorreu em setembro no Sol Nascente, em Ceilândia. O segundo foi no mês seguinte em Arapoanga, Planaltina. Nas duas edições, mais de 10 mil atendimentos foram feitos.

Leia também:

Planaltina recebeu Mutirão da Cidadania

Sol Nascente recebe o primeiro Mutirão da Cidadania

Veja a galeria de fotos:

https://www.flickr.com/photos/agenciabrasilia/albums/72157661707384306″ title=”Mutirão leva cidadania à comunidade da Fercal”>https://farm6.staticflickr.com/5743/23370150505_9844449d78_c.jpg”width=”800″ height=”531″ alt=”Mutirão leva cidadania à comunidade da Fercal”>