29/2/16 16:00
Atualizado em 29/2/16 às 16:00

Alunos do Bombeiro Mirim retomam atividades de combate ao Aedes aegypti

Acompanhados por militares, mil crianças e adolescentes saem às ruas nesta segunda-feira (29) para orientar a população


. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Foram retomadas nesta segunda-feira (29) as ações do programa Bombeiro Mirim no combate ao mosquito Aedes aegypti — transmissor da dengue, do zika vírus e das febres amarela e chikungunya. Aproximadamente mil crianças e adolescentes acompanhados por militares percorrem as proximidades de quartéis do Corpo de Bombeiros para entregar material explicativo à população.

Cerca de 400 alunos fizeram o trabalho das 8 horas às 10h40. Das 14 às 16 horas, a ação continua com 600 estudantes. A atividade ocorre simultaneamente nas 12 regiões onde há o projeto: Brazlândia, Ceilândia, Estrutural, Gama, Núcleo Bandeirante, Paranoá, Planaltina, Recanto das Emas, Samambaia, Santa Maria, São Sebastião e Sobradinho.

Moradora de Ceilândia, a servidora pública federal aposentada Elcy Diniz, de 56 anos, foi uma das pessoas que recebeu as orientações pela manhã. “Acho interessante [a atividade], porque infelizmente a população considera grave, mas não se vê como agente. A ação do governo é importante, mas é a atitude de cada um que faz a diferença; quanto mais gente envolvida, melhor”, destacou.

Na mesma região, o aposentado Ednilson de Almeida, de 51 anos, chegava em casa quando foi abordado pelos alunos e recebeu o material informativo. “Todos têm que entrar nessa briga contra o mosquito”, ressaltou.

Nos folhetos entregues pelas crianças, há informações sobre como eliminar os criadouros do Aedes aegypti, a exemplo de manter bem tampados tonéis e barris de água, colocar o lixo em sacos plásticos, manter as lixeiras bem fechadas e não deixar água acumulada em folhas secas e tampas de garrafas.

“A ação é importante para as crianças terem não somente noções de cidadania, mas também de prevenção”, explicou o chefe da Assessoria dos Programas Sociais do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Robson Lagares. De acordo com ele, além de alertar a população, os alunos transmitem as informações aos familiares.

Lançamento
A ação de combate ao Aedes aegypti feita por alunos do programa Bombeiro Mirim foi lançada oficialmente em dezembro de 2015, em cerimônia com a presença do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg. Esse trabalho será feito uma vez por mês. À época, após capacitação, 1,5 mil crianças e adolescentes saíram às ruas.

O programa existe desde 1999 e oferece a estudantes da rede pública, com idade de 7 a 14 anos, atividades educativas, esportivas, culturais e recreativas no contraturno escolar. Também há ensinamentos de primeiro socorros e prevenção de acidentes domésticos e incêndios, por exemplo. As atividades acompanham o cronograma escolar.

Leia também:

1,5 mil crianças e adolescentes ajudarão no combate ao Aedes aegypti

Alunos do Bombeiro Mirim orientam população da Estrutural sobre o mosquito Aedes aegypti

Programa Bombeiro Mirim inaugura 12ª unidade

Veja a galeria de fotos:

https://www.flickr.com/photos/agenciabrasilia/albums/72157664675348050″ title=”Alunos do Bombeiro Mirim retomam atividades de combate ao Aedes aegypti”>https://farm2.staticflickr.com/1720/25259035252_ff9cffef68_c.jpg”width=”800″ height=”531″ alt=”Alunos do Bombeiro Mirim retomam atividades de combate ao Aedes aegypti”>