Fale com o Governo Ações em Destaques

4/3/16 às 18:36

Escolas públicas têm dia de mobilização contra o Aedes aegypti

Em todas as unidades de ensino do DF, músicas, palestras e apresentações teatrais quebraram a rotina da sala de aula nesta sexta-feira (4)

Rafael Alves, da Agência Brasília


. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Alunos da rede pública do Distrito Federal tiveram um dia bem diferente nesta sexta-feira (4). Todas as unidades de ensino participaram do 1º Dia Letivo Temático 2016, com o tema: Água e Saúde — Campanha de Combate ao Aedes aegypti. Professores promoveram palestras e atividades culturais sobre o combate ao mosquito transmissor da dengue, do zika vírus e da chikungunya.

A ideia da Secretaria de Educação é que a cada bimestre seja separado um dia para apresentar temas de relevância popular, com atividades extraclasse.

No Centro de Ensino Médio 804, no Recanto das Emas, professores cantaram músicas com letras sobre o combate ao vetor. O grupo Redondilha apresentou a peça teatral Pedro contra o mosquito, que conta a história de um estudante que incentiva a realização de ações preventivas na região onde mora. A direção e criação é da professora e contadora de histórias Nyedja Gennari, do Centro de Ensino Fundamental 301, também do Recanto das Emas.

Durante toda a manhã, agentes da Subsecretaria de Vigilância à Saúde, da Secretaria de Saúde, mostraram aos alunos como combater o mosquito e como identificar possíveis criadouros. O titular de Educação, Júlio Gregório Filho, esteve no Recanto das Emas e acompanhou as apresentações no CEM 804. “Eventos como esse quebram a rotina das salas de aula e são muito eficazes para transmitir a mensagem”, afirmou.

Também participaram das apresentações o secretário-adjunto de Educação, Clovis Lucio da Fonseca Sabino; o subsecretário de Educação Básica do DF, Daniel Crepaldi, e o coordenador regional de ensino do Recanto das Emas, Marcos Antônio Faria.

Ações contínuas
O governo de Brasília permanece mobilizado, e uma força-tarefa envolvendo diversos órgãos continua na próxima semana. Militares do Corpo de Bombeiros estarão em São Sebastião e Taguatinga. Já os militares do Exército Brasileiro vão percorrer casas no Lago Norte e no Paranoá. Os agentes da Vigilância Ambiental seguem com o trabalho em Brazlândia, que também recebe a passagem de fumacê.

De acordo com o último informe epidemiológico da Saúde feito até 1º de março, foram confirmados 4.196 casos de dengue em todo o DF. O número é 341,22% maior que o medido até o mesmo período do ano passado, quando 951 haviam sido confirmados. Brazlândia, Ceilândia, Planaltina, Samambaia, São Sebastião e Taguatinga são as regiões administrativas que apresentam maior número de casos — 2.172.

Leia também:

Estudantes do DF participam de mobilização nacional para combater o zika vírus

Alunos do Bombeiro Mirim retomam atividades de combate ao Aedes aegypti

Força-tarefa contra transmissor da dengue visita 28 mil imóveis

Veja a galeria de fotos:

https://www.flickr.com/photos/agenciabrasilia/albums/72157665458161665″ title=”Escolas públicas têm dia de mobilização contra o Aedes aegypti”>https://farm2.staticflickr.com/1524/24874486683_3db5db2145_c.jpg”width=”800″ height=”531″ alt=”Escolas públicas têm dia de mobilização contra o Aedes aegypti”>

Últimas Notícias