5/4/16 20:46
Atualizado em 12/5/16 às 17:50

Metrô funcionará em horário reduzido no domingo (10)

Estações serão fechadas às 16 horas, porque depois haverá aplicação de fumacê para combater o mosquito Aedes Aegypti

Como parte da mobilização de combate ao mosquito Aedes Aegypti, a Secretaria de Saúde aplicará fumacê nas proximidades das estações de metrô de Brasília no domingo (10), das 17 às 21 horas. Com isso, as plataformas serão fechadas três horas mais cedo que o usual: às 16 horas. O início da circulação dos trens, às 7 horas, será mantido.

A medida é necessária, de acordo com a Companhia Metropolitana do Distrito Federal (Metrô-DF), porque o larvicida é mais eficaz quando aplicado no início da manhã ou das 17 às 21 horas, horário em que o transmissor da dengue, do zika vírus e da chikungunya sai em busca de alimento. O dia foi escolhido por ser o de menor fluxo de passageiros.

Adaptado com rodas de trens, o veículo com o fumacê deverá circular nos 42,5 quilômetros de extensão da via, pulverizando o veneno nas proximidades das estações.

Ações
Na semana passada, a equipe da força-tarefa contra o Aedes aegypti vistoriou 1,2 mil imóveis no bairro Fazendinha, no Itapoã. A atividade contou com bombeiros, agentes da Vigilância Ambiental e militares do Exército Brasileiro. Um fumacê despejou larvicida nas ruas da região administrativa.

Boletim
Segundo o mais recente boletim epidemiológico, divulgado na quarta-feira (30), 7.821 registros de dengue foram confirmados em moradores do DF desde o início do ano. Fevereiro é o mês com mais ocorrências (4.172) seguido por janeiro (2.103). Em março, os casos diminuíram em comparação com os meses anteriores (1.546).

Em 2015, registraram-se 9.689 ocorrências em moradores de Brasília. O ano foi atípico comparado aos demais. Em 2014, 11.645 pessoas foram diagnosticadas com dengue e, em 2013, 11.865.

Leia também:

Força-tarefa visita 1,2 mil imóveis no Itapoã nesta quinta-feira