10/5/16 13:32
Atualizado em 25/5/16 às 11:43

92% do Park Way tem ruas asfaltadas e iluminação pública

A energia elétrica pela rede geral chega a todos os moradores; e o abastecimento de água, a 99% deles

Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

Atualizado em 10 de maio de 2016, às 11h45

Quase toda a população do Park Way tem acesso a infraestrutura e a serviços básicos, como asfalto, iluminação pública e abastecimento de água e de energia. As informações fazem parte da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios divulgada na manhã desta terça-feira (10), na sede da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan).

A energia elétrica pela rede geral chega a todos os moradores; e o abastecimento de água, a 99% deles. A região tem 5.920 domicílios urbanos e população estimada em 19.824. Mais de 81% dos habitantes moram em ruas arborizadas, 64,33% estão próximos a um ponto de encontro comunitário e, 58,32%, a ciclovias. A iluminação pública e as ruas asfaltadas atendem 92% dos habitantes.

perfil do parkway2016 AgenciaBrasiliaO diretor de Estudos e Pesquisas Socioeconômicas da Codeplan, Bruno Cruz, afirma que as melhorias estão sendo feitas em todo o Distrito Federal. “As regiões seguem em crescimento geográfico e, aos poucos, as políticas públicas referentes aos serviços básicos vão sendo implementadas”, afirma.

O Park Way foi criado pela Lei nº 3.255, de 29 de dezembro de 2003. Antes fazia parte do Núcleo Bandeirante. Mais da metade da população veio de outras unidades da Federação (52,48%). Os estados com maior representatividade, segundo a pesquisa, são Minas Gerais (26,90%), Goiás (13,34%) e Rio de Janeiro (9,12%).

De acordo com a mostra, 56,45% dos moradores chegaram ao local para acompanhar parentes, e 28,16% para procurar trabalho. Apenas 2,99% da população é desempregada, 48,8% exerce alguma atividade remunerada, 21,70% são pessoas aposentadas, e 16,18% estudantes. Os setores que mais se destacam na região são administração pública direta e indireta (36,69%), comércio (17,63%) e serviços gerais (11,58%).

A região tem renda domiciliar média de R$ 16.236. A renda per capita foi apurada em R$ 5.207,54. Há automóvel em 92,38% dos domicílios, internet em 92,99% e TV por assinatura em 79,36%.

Perfil dos moradores
A maioria dos moradores é homem (50,33%). Quanto ao estado civil, o maior porcentual é de casados (53,13%) — 32,31% são solteiros —, mas aqueles com união estável (7,90%) ou viúvos (3,54%) também têm destaque na pesquisa.

Apenas 0,66% da população local é analfabeta. Grande parte tem ensino superior completo (45,15%). Com relação à mobilização social nas escolas públicas, 96,71% dos responsáveis negam utilizar os espaços das instituições para atividades extraclasse dos filhos. Campanhas e reuniões no colégio têm participação de 14,55% das famílias.

Segundo Cruz, o nível de escolaridade está diretamente ligado à renda. “Em famílias com salários maiores, a tendência é que o foco, principalmente em relação aos jovens, seja na conclusão dos estudos”, completa.

Acesse a íntegra da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios — Park Way — 2016.

Leia também:

93% dos domicílios da Estrutural têm abastecimento de água

Saiba como é feita uma Pdad

Veja a galeria de fotos:

Serviços básicos chegam a praticamente todo o Park Way