10/7/16 16:24
Atualizado em 11/7/16 às 17:26

Pesquisadores da Codeplan percorrem Águas Claras, Plano Piloto e Vicente Pires

Objetivo é coletar informações para a Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios. Em 26 das 31 regiões administrativas, os trabalhos já foram concluídos

A coleta de dados para a Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (Pdad) 2015 do Distrito Federal está na fase final. Das 31 regiões administrativas do DF, 26 já tiveram a coleta de dados encerrada. Vinte e três agentes da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) percorrem Águas Claras, Plano Piloto e Vicente Pires. Eles trabalham identificados com uniforme e crachá institucional, de segunda a sexta-feira, das 8 às 14 horas. Os pesquisadores levam, ainda, informativos sobre a pesquisa e o número de telefone da Codeplan, para o qual os cidadãos podem ligar em caso de dúvida sobre a identidade dos entrevistadores: (61) 3342-1552.

O comerciante Amauri de Sousa, de 60 anos, foi um dos entrevistados. Morador do Setor Habitacional Arniqueira, em Águas Claras, classificou o trabalho como importante. “Temos de atender o pessoal para que se saiba o que está acontecendo no nosso bairro”, destaca.

Agentes da Codeplan no Setor Habitacional Arniqueira, em Águas Claras.
Agentes da Codeplan no Setor Habitacional Arniqueira, em Águas Claras. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

Apesar do sigilo individual e de as pessoas não serem vinculadas às informações, nem sempre é fácil concluir os questionários. Na quarta-feira (6), Vilmar de Oliveira, que supervisionava uma das equipes em Águas Claras, estimou que, das 8 às 11 horas, não foi possível acessar cerca de 45% das residências previstas, porque estavam em condomínios fechados.

A agente de pesquisa Regina Célia Alves, de 53 anos, conta que, a partir de 2013, passou a adotar uma nova estratégia para mostrar a confiabilidade e os diversos usos da pesquisa: levar junto ao material que carrega recortes de reportagens veiculadas pela imprensa que tenham utilizado a Pdad como fonte. “É para facilitar o trabalho”, explica. O rito, segundo ela, começa com a própria identificação e a entrega do informativo.

Para que serve a Pdad

O objetivo da Pdad é conhecer a situação socioeconômica, demográfica e residencial dos moradores de áreas urbanas do DF. Os resultados servem de base para o planejamento de ações do Executivo e do empresariado. Os formulários têm 45 perguntas (18 referentes ao domicílio e 27, aos ocupantes do imóvel), divididas em quatro blocos. São levantadas informações como tipo de domicílio, infraestrutura (saneamento básico e abastecimento de água), raça, cor, estado civil, migração (procedência dos moradores), nível de escolaridade, trabalho e renda.

Somente quem mora na residência visitada e que tenha mais de 16 anos pode ser entrevistado. Os agentes não são autorizados a entrar nos domicílios, e as questões não podem ser respondidas por telefone.

O tempo de pesquisa varia de acordo com cada localidade. Os agentes estão nas ruas desde janeiro do ano passado. Feita a cada dois anos desde 2011, a Pdad contempla as 31 regiões administrativas de Brasília.

O perfil do DF é divulgado no segundo semestre do ano seguinte ao início do levantamento de dados. Para acertar as diferenças de um ano para outro, na época da divulgação do material completo, os números passam por ajustes estatísticos, considerando-se o mês de julho do ano inicial. A margem de erro é de 0,6% para mais ou para menos, com 95% de grau de confiança.

As regiões cujos trabalhos já foram concluídos e tiveram as pesquisas divulgadas são: Brazlândia, Candangolândia, Ceilândia, Cruzeiro, Fercal, Gama, Guará, Itapoã, Jardim Botânico, Núcleo Bandeirante, Paranoá, Park Way, Planaltina, Recanto das Emas, Riacho Fundo, Riacho Fundo II, Samambaia, Santa Maria, São Sebastião, Setor Complementar de Indústria e Abastecimento/Estrutural, Sobradinho, Sobradinho II e Varjão. As informações estão no site da Codeplan.

No Lago Norte, no Sudoeste/Octogonal e em Taguatinga a coleta foi finalizada, mas os dados ainda não foram divulgados. Lago Sul e Setor de Indústria e Abastecimento serão as próximas a receber os pesquisadores. Quando as 30 regiões forem finalizadas, os trabalhos serão reforçados no Plano Piloto.

Galeria de Fotos

Pesquisadores da Codeplan percorrem Águas Claras, Plano Piloto e Vicente Pires