13/7/16 11:50
Atualizado em 13/7/16 às 23:21

Empossados os integrantes do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social

De acordo com Rodrigo Rollemberg, grupo — formado por governo e sociedade civil — marca o momento da virada econômica do DF

A busca conjunta de soluções para o fortalecimento econômico e social de Brasília ganhou reforço nesta quarta-feira (13). Foram empossados os 69 participantes do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do Distrito Federal.

Durante a posse, nesta manhã, o governador Rodrigo Rollemberg destacou que o colegiado marca o momento da virada econômica do DF. “O objetivo deste conselho é buscar, cada vez mais, ouvir e agir conjuntamente. É hora de nossa cidade se unir para promover o desenvolvimento da economia.”

Em cerimônia, 69 conselheiros foram empossados pelo governador Rodrigo Rollemberg.
Em cerimônia, 69 conselheiros foram empossados pelo governador Rodrigo Rollemberg. Foto: Andre Borges/Agência Brasília

O grupo é formado por 47 conselheiros da sociedade civil — como empresários e representantes de trabalhadores e de instituições de ensino e pesquisa — e 22 do governo. Todos foram empossados hoje pelo governador Rollemberg, em cerimônia no Memorial JK.

Em seu discurso, Rodrigo Rollemberg ressaltou algumas mudanças ocorridas até agora no âmbito econômico. “Quando assumimos, o DF estava na pior situação econômica de todas as unidades da Federação. Apesar das dificuldades, aprovamos o Bolsa Educação Infantil, para universalizar a educação para crianças de 4 e 5 anos, discutimos a regionalização da Saúde e a participação das organizações sociais na gestão e lançamos o programa de mobilidade urbana Circula Brasília e o de oferta de habitação para a população de baixa renda, o Habita Brasília“, exemplificou.

A aproximação e o fortalecimento do diálogo entre governo e sociedade são pontos destacados por representantes do setor produtivo. “Creio muito que esse conselho pode mudar a nossa realidade e provocar o desenvolvimento econômico. Brasília tem uma vocação fantástica para tecnologia, para a inovação”, afirmou o presidente da Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra), Jamal Bittar.

A expectativa é que o tempo para solução de obstáculos na economia local seja reduzido. “Acabando com alguns entraves burocráticos que vivemos, nos últimos anos, a economia vai se revitalizar. Nós temos a certeza de que Brasília tem um potencial muito grande para ser a primeira unidade da Federação a retomar o crescimento”, defendeu o presidente da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do DF, Paulo Muniz.

Como funciona o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social

O Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do DF tem o objetivo de discutir as demandas da população e opinar sobre soluções possíveis no âmbito do desenvolvimento econômico. Com base nele, serão estabelecidas ações para desburocratizar processos e ampliar as parcerias do governo com a sociedade.

A instância superior do conselho será o Pleno, integrado por representantes de todos os setores participantes. Além disso, a entidade terá grupos de trabalho e câmaras temáticas para discussão de temas específicos, como o uso e a ocupação do solo e o modelo de agronegócio para o Distrito Federal.

O conselho foi criado por meio do Decreto nº 33.359, de 23 de novembro de 2011, e alterado pelo Decreto 36.297, de 22 de janeiro de 2015. A nova redação detalha as atribuições do grupo, altera a composição e estabelece a participação efetiva da sociedade civil.

Compareceram à cerimônia os secretários da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, José Guilherme Leal, de Cultura, Guilherme Reis, de Economia e Desenvolvimento Sustentável, Arthur Bernardes, de Educação, Júlio Gregório Filho, do Esporte, Turismo e Lazer, Leila Barros, de Gestão do Território e Habitação, Thiago de Andrade, de Infraestrutura e Serviços Públicos, Antônio Coimbra, de Mobilidade, Marcos Dantas, de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leany Lemos, e de Saúde, Humberto Fonseca; o chefe de gabinete da Governadoria, Carlos Tomé; o secretário adjunto de Relações Institucionais da Casa Civil, Igor Tokarski; a diretora-presidente da Agência de Fiscalização do DF, Bruna Pinheiro; o diretor-presidente da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do DF, Paulo Salles; o presidente do Banco de Brasilia (BRB), Vasco Gonçalves; o presidente da Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap), Júlio César Reis; a colaboradora do governo de Brasília Márcia Rollemberg; o deputado distrital Rodrigo Delmasso (PTN); o superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Distrito Federal (Sebrae-DF), Antônio Valdir Oliveira Filho; o presidente da Associação Comercial do DF, Cleber Pires; e o superintendente da Câmara de Dirigentes Lojistas do DF, Álvaro Júnior.

Edição: Marina Mercante

Galeria de Fotos

Empossados os integrantes do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social