21/7/16 7:25
Atualizado em 10/3/17 às 14:09

Buriti, Codeplan, PGDF e Terracap terão horário especial de expediente para jogos da Olimpíada

Medida vale para os quatro dias úteis em que haverá partidas de futebol no Mané Garrincha e não inclui servidores das áreas de saúde e segurança pública

Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
Buriti é um dos locais no perímetro de segurança da Olimpíada que terá horário especial de expediente para os jogos de futebol no Mané Garrincha em dias úteis. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Nos quatro dias úteis de jogos de futebol da Olimpíada em Brasília, órgãos do governo local sediados no perímetro de segurança para o evento terão horário de expediente especial. A medida não inclui servidores das áreas de saúde e de segurança pública e foi tomada por decreto do governador Rodrigo Rollemberg, publicado no Diário Oficial do Distrito Federal desta quinta-feira (21).

As mudanças valem para quem trabalha no complexo do Palácio do Buriti, na Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF), na Companhia de Planejamento do DF (Codeplan) e na Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap).

Dias sem expediente em órgãos que ficam no perímetro de segurança da Olimpíada

Não haverá expediente nos órgãos listados no decreto em três datas: 4 de agosto (quinta-feira), dia das primeiras partidas no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, quando jogam Iraque e Dinamarca, às 13 horas, e Brasil e África do Sul, às 16 horas; 10 de agosto (quarta-feira), dia em que se enfrentam Argentina e Honduras, às 13 horas, e Coreia do Sul e México, às 16 horas; e 12 de agosto (sexta-feira), na disputa das quartas de final do torneio masculino, às 13 horas, com equipes a serem definidas.

Em 9 de agosto (terça-feira), quando haverá jogo com início apenas às 16 horas, entre as seleções femininas do Canadá e da Alemanha, e às 22 horas, com as atletas da China e da Suécia, o expediente nos locais que constam do decreto será encerrado às 12 horas.

O Mané Garrincha ainda sediará jogos em outras duas datas, mas em fins de semana: 7 de agosto (domingo) e 13 de agosto (sábado).

"Vamos precisar fazer intervenções viárias e bloquear estacionamentos. Queremos garantir a fluidez e a comodidade dos trabalhadores."Coordenador de Brasília da Comissão Distrital de Segurança Pública e Defesa Civil para os Jogos Olímpicos Rio 2016, coronel da Polícia Militar Paulo Roberto Batista de Oliveira

O perímetro de segurança foi determinado pelas Secretarias da Segurança Pública e da Paz Social e da Mobilidade. O coordenador de Brasília da Comissão Distrital de Segurança Pública e Defesa Civil para os Jogos Olímpicos Rio 2016, coronel da Polícia Militar Paulo Roberto Batista de Oliveira, destaca que a medida preza pela segurança de todos. “O controle de acesso é rigoroso. Vamos precisar fazer intervenções viárias e bloquear estacionamentos. Queremos com isso garantir a fluidez e a comodidade dos trabalhadores”, justifica.

Os estacionamentos do anexo do Buriti, as vias de acesso e os estacionamentos existentes no eixo central entre a Rodoviária do Plano Piloto e o Palácio do Buriti devem ser bloqueados.

Edição: Raquel Flores