Fale com o Governo Ações em Destaques

3/8/16 às 20:02, Atualizado em 9/8/16 às 14:59

Na véspera da estreia, delegações olímpicas de futebol visitam o Mané Garrincha

Representantes das equipes passaram pelo gramado e pelas instalações do estádio. Técnicos e jogadores também deram entrevistas coletivas na tarde desta quarta (3)

Amanda Martimon e Saulo Araújo, da Agência Brasília

As quatro seleções que estreiam no torneio de futebol da Olimpíada 2016 no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha fizeram reconhecimento do gramado na tarde desta quarta-feira (3). Os técnicos do Brasil, da África do Sul, do Iraque e da Dinamarca também falaram com a imprensa já usando as instalações da arena esportiva.

As quatro seleções que estreiam no torneio de futebol da Olimpíada 2016 no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha fizeram reconhecimento do gramado na tarde desta quarta-feira (3).
As quatro seleções que estreiam no torneio de futebol da Olimpíada 2016 no Estádio Mané Garrincha fizeram reconhecimento do gramado na tarde desta quarta-feira (3). Foto: Andre Borges/Agência Brasília

Na véspera das primeiras partidas — amanhã (4) enfrentam-se Iraque e Dinamarca às 13 horas e Brasil e África do Sul às 16 horas —, o clima foi de descontração e de esconder o jogo. “Os indícios da nossa escalação estão claros. Mas eu espero criar um pouco de dificuldade para o adversário. Assim como tento descobrir o que [os sul-africanos] estão fazendo, eles estão tentando o mesmo sobre nós”, justificou o técnico brasileiro Rogério Micale.

Os dois primeiros treinos do time nacional em Brasília, um no Centro de Capacitação Física do Corpo de Bombeiros e outro no Bezerrão, foram totalmente abertos para a imprensa e, em parte, para a torcida. O último antes da estreia, porém, foi fechado ao público e teve demonstração de apenas 15 minutos para os jornalistas — ainda assim, sem revelações e sem atividade com bola.

Primeira seleção a chegar a Brasília, a África do Sul aprovou as condições dos centros de treinamento. “Viemos o mais cedo possível para aclimatação da equipe. Não temos nenhuma reclamação a respeito das instalações, que foram fantásticas. A única questão que eu colocaria é a distância”, avaliou o técnico, Owen da Gama.

Com o clima seco da cidade, redobraram-se os cuidados com a hidratação dos atletas. “No começo, o clima e o fuso horário afetaram o grupo. Mas nos acostumamos como se fôssemos brasileiros”, brincou o comandante da seleção do Iraque, Hayder Najem. “Temos de disputar alguns jogos antes de saber como o clima vai interferir. Acho que os jogadores terão de se organizar e fazer pausas durante a partida”, reforçou o técnico da Dinamarca, Niels Frederiksen.

Com exceção do Brasil, as seleções levaram atletas para a coletiva no Mané Garrincha: Keagen Dolly (África do Sul), Saad Abdulameer (Iraque), Lasse Vibe e Jens Jonsson (Dinamarca). Entre as entrevistas, representantes das delegações puderam andar pelo gramado e conhecer as instalações do estádio.

Último treino da seleção brasileira masculina antes de estreia olímpica

Na tarde desta quarta-feira (3), a seleção brasileira de futebol fez o último treino antes da estreia na Olimpíada. Sob o comando de Micale, os jogadores trabalharam a parte física no Centro de Treinamento do Brasiliense, no Setor de Clubes Sul. A parte técnica do treino foi fechada.

Setor de Clubes Sul, Brasília, DF, Brasil, 3/8/2016 Foto: Andre Borges/Agência BrasíliaA seleção olímpica de futebol treinou, na tarde desta quarta-feira, no centro de treinamento do Brasiliense.
Nesta quarta-feira (3), a seleção brasileira de futebol fez o último treino antes da estreia na Olimpíada. Foto: Andre Borges/Agência Brasília

A Polícia Militar organizou o trânsito nas proximidades do local, em função da presença de cerca de 50 torcedores que tentaram acompanhar as atividades do time olímpico.

Edição: Marina Mercante

Últimas Notícias