24/8/16 11:16
Atualizado em 7/12/16 às 12:01

Membros dos conselhos comunitários de segurança do DF terminam curso de capacitação

Encerramento teve a presença do governador Rodrigo Rollemberg e da secretária da Segurança Pública, Márcia de Alencar

Cerca de 110 pessoas participaram, nesta semana, na Escola de Governo, do curso de capacitação para os conselhos comunitários de segurança do Distrito Federal. O treinamento começou na segunda-feira (22) e terminou nesta quarta-feira (24), com a presença do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, e da secretária da Segurança Pública e da Paz Social, Márcia de Alencar.

Cerca de 110 pessoas participaram, nesta semana, na Escola de Governo, do curso para atuarem nos conselhos comunitários de segurança do Distrito Federal. O treinamento terminou nesta quarta-feira (24), com a presença do governador Rollemberg, e da secretária da Segurança Pública e da Paz Social, Márcia de Alencar.
Encerramento do curso na Escola de Governo para 110 membros que atuam nos conselhos comunitários de segurança do Distrito Federal. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

A proposta da capacitação foi orientar os membros dos conselhos — representantes de órgãos do governo e da sociedade civil — sobre as atribuições dos colegiados e sobre como devem ser tratadas as demandas recebidas. “O nosso foco é ter as respostas das autoridades públicas a respeito das demandas apresentadas pela sociedade civil”, explicou o coordenador dos Conselhos Comunitários de Segurança, da Secretaria da Segurança Pública, major da Polícia Militar Paulo André Vieira Monteiro. Os conteúdos apresentados no curso referem-se a temas como gestão pública, legislação aplicada e áreas de atuação.

No treinamento, também foram apresentadas as áreas de abrangência do Viva Brasília — Nosso Pacto pela Vida, programa de redução dos índices de criminalidade por meio da parceria do Estado com a sociedade. Os conselhos são um dos pilares da política de segurança pública do DF, de acordo com a secretária Márcia de Alencar. “A ideia é tornar Brasília um centro de paz, um centro de cidadania. Aqui será o celeiro de boas práticas, no qual os líderes locais cuidam, se apropriam da sua quadra, do seu comércio, da sua cidade”, defendeu.

A parceria da população e do Estado tem gerado bons frutos, a exemplo do que ocorre no Setor Comercial Sul, com a ação Centro Legal, conforme destacou o governador de Brasília. “Não há segurança pública de boa qualidade sem uma interação muito grande entre a população e os órgãos de Estado. A experiência do Setor Comercial Sul é a prova disso. Quando forças de segurança passaram a atuar com as diversas áreas do governo, o resultado é que não tivemos nenhum homicídio na área neste ano. No ano passado, foram oito”, afirmou Rodrigo Rollemberg.

O governador reconheceu a dificuldade de combate a determinados crimes, como os contra o patrimônio, e reforçou que a solução pode vir justamente do trabalho dos conselhos. “Se estamos sendo vitoriosos na redução dos crimes violentos, também temos de reconhecer que ainda não encontramos os caminhos adequados para a redução dos crimes contra o patrimônio. Cada vez mais, precisamos estar unidos na identificação das principais áreas onde esses crimes ocorrem e, sobretudo, nas estratégias de enfrentamento.”

Também participaram do encerramento os comandantes-gerais da Polícia Militar do Distrito Federal, coronel Marcos Antônio Nunes de Oliveira, e do Corpo de Bombeiros, coronel Hamilton Santos Esteves Júnior, o diretor-geral do Departamento de Trânsito do DF, Jayme Amorim de Sousa; e o presidente da Federação dos Conselhos Comunitários de Segurança do DF, José Neife de Alcântara.

Edição: Marina Mercante

Galeria de Fotos

Membros dos conselhos comunitários de segurança do DF terminam curso de capacitação