Fale com o Governo Ações em Destaques

20/9/16 às 10:50, Atualizado em 20/9/16 às 13:04

Mapa nas Nuvens tem artistas, produtores e empresários inscritos

Lançado em 30 de junho, o cadastro público com os produtores culturais de Brasília soma 194 agentes. A proprietária da Baleia Filmes, Marcia Regina dos Santos, faz parte dessa rede de pessoas que se conectam em prol da arte

Vinícius Brandão, da Agência Brasília

Teatro, dança e cinema são linguagens que a artista multidisciplinar Marcia Regina dos Santos, de 27 anos, costuma misturar nos trabalhos que faz. A empresa que criou com um amigo, Baleia Filmes, faz gravações de peças, apresentações de dança para clientes, sem deixar de lado os projetos pessoais. Para conseguir uma rede maior de contatos em Brasília, Marcia se cadastrou no Mapa nas Nuvens – Cartografia Cultural do DF.

Para conseguir uma rede maior de contatos em Brasília, Marcia se cadastrou no Mapa nas Nuvens – Cartografia Cultural do DF.
Para conseguir uma rede maior de contatos em Brasília, Marcia se cadastrou no Mapa nas Nuvens – Cartografia Cultural do DF. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

O sistema gerido pela Secretaria de Cultura tem, hoje, um cadastro público com sete projetos em andamento, 194 agentes e 137 espaços de cultura distribuídos em um mapa digital de Brasília. Uma colega de teatro chamou Marcia para participar do lançamento do mapa em 30 de junho deste ano. “Eu achei interessante saber quem produz no Gama, em Planaltina, no Plano e ver essa nuvem de pessoas que se conectam”, conta.

Na página da artista dentro da plataforma, é possível encontrar o endereço dela, descrição da carreira, link para a Baleia Filmes e um vídeo com um dos trabalhos da produtora. O próximo passo de Marcia no sistema é cadastrar a empresa como um agente cultural.

Mapa tem espaço para sócio e empresa

A Famaliá Produções LTDA é uma empresa com atividades de informação, ensino, eventos, pesquisa e projetos de cultura popular sediada em Taguatinga. Ela foi cadastrada no Mapa nas Nuvens por um dos sócios-fundadores, o antropólogo e produtor cultural Marcelo Manzatti, de 45 anos.

Manzatti descobriu o sistema na página do Facebook da Secretaria de Cultura e percebeu os benefícios. “Já houve experiências privadas antes. É interessante que a secretaria ofereça um serviço público para produtores, artistas e gestores trabalharem e planejarem melhor”, diz. Tanto na página dele quanto da Famaliá, é possível encontrar informações de contato, além de descrição sobre os trabalhos e projetos.

Espaço para eventos participa da rede

A empresária Heloisa Rocha fundou a Co-Piloto, uma empresa que faz aluguel de estações de trabalho, salas de reunião e de um espaço para eventos em sistema de coworking.

Em julho, o espaço para eventos foi alugado para que um curso fosse ministrado. Uma das alunas comentou com Heloisa sobre o Mapa nas Nuvens. A empresária fez o cadastro dela e da empresa. “Colocar a Co-Piloto em um mapa de Brasília como espaço cultural é interessante. A empresa é voltada para clientes de economia criativa, e temos mais uma forma de conseguir contatos”, explica.

Como fazer o cadastro

A Secretaria de Cultura faz o registro no mapa de pontos oficiais relacionados a programas do governo, como o Fundo de Apoio à Cultura. Eles recebem identificação dentro da plataforma. Atualmente, a secretaria tem cinco ações, 16 agentes e 30 espaços cadastrados oficialmente.

Para criar uma conta no Mapa nas Nuvens, basta fazer inscrição no site ou no aplicativo para celulares Android com CPF, nome de usuário ou e-mail e criar uma senha. O interessado também pode usar contas das redes sociais do Facebook, do Google e do Twitter.

Quem precisar de ajuda para fazer o cadastro pode pedir um agendamento pelo número de telefone 3325-5217 ou pelo e-mail mapanasnuvens@cultura.df.gov.br. O Mapa nas Nuvens foi desenvolvido por meio de parceria do governo de Brasília com o Observatório de Economia Criativa da Universidade de Brasília (UnB) e o Instituto TIM.

Edição: Gisela Sekeff

Últimas Notícias