Fale com o Governo Ações em Destaques

21/10/16 às 18:43, Atualizado em 21/10/16 às 19:47

Entidades civis poderão ser parceiras em projeto de apoio a moradores de rua usuários de drogas

Secretaria do Trabalho lançou chamamento público para o Cuidando da Vida. Candidatos têm até 22 de novembro para entregar proposta. Iniciativa conta com R$ 1,002 milhão do Ministério da Justiça

Vinícius Brandão, da Agência Brasília

Entidades civis poderão se candidatar a ser parceiras do governo de Brasília no projeto Cuidando da Vida, voltado a usuários de drogas que moram nas ruas. Para isso, a Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos firmou convênio de R$ 1,002 milhão com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, do Ministério da Justiça. O dinheiro será repassado em quatro parcelas trimestrais para a organização que vencer a concorrência pública. O edital completo está publicado no site da secretaria.

Interessados em participar do chamamento precisam estar inscritos no Conselho de Assistência Social do Distrito Federal. Dois envelopes identificados e lacrados, com a documentação exigida, devem ser entregues na Gerência de Convênios, da Secretaria do Trabalho (W3 Norte, Setor de Edifícios Públicos Norte 515, Bloco A, Edifício Banco do Brasil, 5º andar), das 9h30 ao meio-dia e das 14h30 às 17 horas até 22 de novembro (terça-feira), somente em dias úteis. O resultado final será publicado em 13 de dezembro, no Diário Oficial do DF e na página da pasta na internet.

R$ 1,002 milhão Verba do Ministério da Justiça para o projeto Cuidando da Vida, da Secretaria do Trabalho do DF

Segundo o edital, o projeto terá 12 meses de duração após a assinatura do contrato, com quatro etapas trimestrais. A primeira é para constituição da equipe de trabalho e montagem da infraestrutura de apoio; depois, vem a fase que busca romper a invisibilidade dos moradores para estabelecer vínculos; a seguir, os resultados serão analisados para aprimorar as ações de auxílio; por último, a experiência será usada para aprimorar outras iniciativas sociais.

Depois de assinar o contrato, a entidade vencedora terá de prestar o auxílio por meio de contato com os moradores de rua usuários de drogas para ampliar a compreensão de como eles chegaram nessas condições e das suas necessidades para melhor ajudá-los. Para isso, haverá articulação com outros projetos assistenciais.

Além disso, para desenvolver a autonomia do público-alvo, deverão ser promovidas atividades culturais, esportivas e de lazer, por meio de oficinas de música, de teatro, de dança, de pintura e de esportes.

O projeto Cuidando da Vida foi apresentado em 26 de outubro de 2015, em evento no Auditório Tom Jobim da Legião da Boa Vontade. Ele foi elaborado pelo Comitê de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas, formado por 17 órgãos do governo de Brasília, e pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, do Ministério da Justiça, para possibilitar a parceria com a sociedade civil.

 

Chamamento público para o projeto Cuidando da Vida

Entrega de propostas até 22 de novembro (terça-feira)

Das 9h30 ao meio-dia e das 14h30 às 17 horas de dias úteis

Na Gerência de Convênios da Secretaria do Trabalho – W3 Norte, Setor de Edifícios Públicos Norte 515, Bloco A, Edifício Banco do Brasil, 5º andar

Resultado em 13 de dezembro (terça-feira)

Edição: Raquel Flores

Últimas Notícias