8/11/16 13:47
Atualizado em 5/12/16 às 16:55

Campanha de doação de brinquedos vai até 25 de novembro

Com a inclusão de mais de cem pontos de coleta, prazo, que seria encerrado na sexta-feira (4), foi estendido. Saiba onde entregar os presentes

Até 25 de novembro, o governo de Brasília receberá doações de brinquedos que serão distribuídos para crianças de instituições cadastradas no Banco de Alimentos da Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF) à época do Natal. O prazo, que terminaria na sexta-feira (4), foi estendido porque diversos pontos de arrecadação foram acrescentados.

Antes, havia 57 locais cadastrados, mas, com a adesão de órgãos públicos — como batalhões da Polícia Militar do DF — e shoppings da cidade, o número subiu para mais de 160. “A ideia é que a sociedade possa contribuir com mais facilidade”, diz a subsecretária de Promoção de Políticas para Crianças e Adolescentes, Perla Ribeiro.

Os brinquedos doados podem ser novos ou usados, desde que em bom estado

Administrações regionais, diferentes unidades da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do DF (Emater), conselhos tutelares e grupamentos do Corpo de Bombeiros também estão entre os novos pontos de entrega. A lista completa está no portal da Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude.

Os brinquedos doados podem ser novos ou usados, desde que em bom estado. Segundo Perla, faltam mais itens voltados para crianças entre 8 e 12 anos, como jogos, bonecos e livros. Além de distribuídas para as entidades cadastradas no Banco de Alimentos da Ceasa, as doações serão repassadas para as brinquedotecas dos Conselhos Tutelares do DF.

Lançada em outubro, mês das crianças, a campanha tem o tema Direito de ser criança, direito de ser feliz. Entre os parceiros da iniciativa estão as Secretarias do Esporte, Turismo e Lazer; da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural; e de Justiça e Cidadania; o Departamento de Trânsito do DF; o Banco de Brasília; a Casa Militar; e a Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb).

Edição: Marina Mercante