9/11/16 21:05
Atualizado em 8/12/16 às 14:19

Saúde registra 23.442 casos suspeitos de dengue em 2016

Brazlândia, Ceilândia e São Sebastião são as regiões administrativas que mais apresentam ocorrências

Em 2016, a Secretaria de Saúde registrou 23.442 casos suspeitos de dengue em Brasília. Desse total, 89% (20.971) foram registrados em pessoas que moram no Distrito Federal, e 2.471 (11%) de residentes de outras unidades da Federação. As informações constam do informativo epidemiológico nº 45, divulgado nesta quarta-feira (9) pela pasta.

As regiões administrativas com mais casos identificados são Brazlândia, Ceilândia, São Sebastião, Taguatinga, Planaltina e Samambaia. Juntas, elas respondem por 56% das ocorrências em todo o DF.

55%Pessoas picadas pelo mosquito Aedes aegypti com idade entre 20 e 49 anos

A maioria das pessoas picadas pelo mosquito Aedes aegypti (55,5%) tem entre 20 e 49 anos. Na sequência aparecem aquelas na faixa etária de 1 a 19 anos (26,1%) e, por último, quem tem mais de 50 anos (18,4%).

Ao longo deste ano, a Secretaria de Saúde ainda registrou 44 pacientes com a dengue grave. Desses, 22 morreram.

O boletim ainda apresenta 997 casos suspeitos de febre de chikungunya em 2016, dos quais 849 (85%) são residentes do DF e 148 (15%) procedem de outras unidades da Federação.

Outras 979 pessoas são suspeitas de terem contraído o zika vírus, sendo 828 (85%) moradores do Distrito Federal e 151 (15%) residentes fora de Brasília.

Edição: Vannildo Mendes