11/11/16 15:27
Atualizado em 11/11/16 às 16:21

Cem mil pessoas são esperadas na Olimpíada do Conhecimento até domingo

Entrada na estrutura, montada em frente ao Nilson Nelson, é gratuita, e exposições ocorrem das 9 às 17 horas

A organização da Olimpíada do Conhecimento acredita que cerca de 100 mil pessoas visitarão a mostra até domingo (13), último dia do evento. A arena montada em frente ao Ginásio Nilson Nelson se estende por 50 mil metros quadrados e deve receber 1,2 mil alunos de educação profissional de todo o Brasil. Na manhã desta sexta-feira (11), o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, esteve no local para conhecer o espaço e os projetos dos estudantes.

O presidenta da Confederação Nacional da Indústria, Robson Braga Andrade; o governador Rodrigo Rollemberg; o diretor de Operações do Departamento Nacional do Senai, Gustavo Leal; e o secretário de Educação, Júlio Gregório Filho.
O presidente da Confederação Nacional da Indústria, Robson Braga Andrade; o governador Rodrigo Rollemberg; o diretor de Operações do Departamento Nacional do Senai, Gustavo Leal; e o secretário de Educação, Júlio Gregório Filho. Foto: Andre Borges/Agência Brasília

De acordo com Rollemberg, é uma oportunidade para a população do Distrito Federal ter contato com novas tecnologias. “Esses competidores estão usando o conhecimento para melhorar a qualidade de vida das pessoas”, destacou o governador. As disputas envolvem temas como tecnologia da informação, técnicas para reaproveitamento da água, mecânica e construção civil.

Aberta durante cerimônia na quarta-feira (9), a Olimpíada do Conhecimento tem entrada gratuita e funcionará das 9 às 17 horas. Além dos torneios, que distribuirão 300 medalhas e sete troféus, o evento tem mostra de diversas áreas. O governo de Brasília está com um estande sob a coordenação da Secretaria de Educação e da Secretaria Adjunta de Ciência, Tecnologia e Inovação, da Casa Civil.

Na passagem por esse espaço, Rollemberg conheceu o trabalho do Centro Educacional 7 de Ceilândia, sobre combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, da febre chikungunya e da zika. “Nossa ideia é mostrar para as pessoas que todos precisam ajudar na prevenção aos focos desse inseto”, disse a estudante do 1º ano do ensino médio Vitória Pinheiro, de 15 anos.

Edição: Marina Mercante

Galeria de Fotos

Cem mil pessoas são esperadas na Olimpíada do Conhecimento até domingo