19/12/16 17:38
Atualizado em 20/12/16 às 13:38

População está mais consciente ao instalar enfeites natalinos elétricos

Operação São Nicolau, da Defesa Civil, não registrou necessidade de intervenção nas residências e nos shoppings vistoriados de 28 de novembro a 16 de dezembro

Na terceira edição da operação São Nicolau, que vistoria instalações elétricas de enfeites e árvores de Natal em Brasília, ficou evidente a melhoria nas estruturas em relação aos anos anteriores. A Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil do Distrito Federal esteve em 12 shoppings e em 18 pontos nas regiões administrativas, de 28 de novembro a 16 de dezembro, para orientar as pessoas sobre os cuidados necessários ao montar os circuitos elétricos.

A maior conscientização da população contribuiu para essa melhoria. “Neste ano, não tivemos que fazer interdições por falta de segurança”, constata o gerente de Fiscalização e Vistoria da Defesa Civil, Luiz Antonio Alves de Souza.

“Os materiais não devem ser comprados levando em consideração apenas o preço. É preciso verificar se eles têm certificação adequada”Luiz Antonio Alves de Souza, gerente de Fiscalização e Vistoria da Defesa Civil

Um dos pontos enfatizados pelas equipes da Defesa Civil é o de escolher materiais com qualidade garantida pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). “Os materiais não devem ser comprados levando em consideração apenas o preço. É preciso verificar se eles têm certificação adequada”, alerta.

No caso dos shopping centers, as avaliações levaram em conta se as instalações tinham conexões bem-feitas, se os quadros de circuito da decoração estavam separados dos de outros eventos ou sistemas e se havia aterramento. “Como são grandes estruturas, sempre deve haver um responsável técnico para fazer o projeto elétrico e acompanhar a montagem”, destaca Souza. Ele explica que as orientações são passadas nas visitas da Defesa Civil. “O foco é a segurança das pessoas”, afirma.

Instalações em residências também demandam atenção

A montagem de enfeites de Natal em casas também deve seguir padrões de qualidade e de segurança. Deve-se observar, por exemplo, se os pisca-piscas podem ficar ao ar livre ou submetidos à chuva. Além disso, mesmo que o equipamento esteja dentro de casa, é recomendável que ele não fique próximo a cortinas e janelas. Isso evita que a umidade provoque curtos-circuitos ou incêndios que se alastrem com facilidade pelo contato com tecidos.

Outro hábito que pode trazer riscos sérios é o de plugar diversos aparelhos elétricos em réguas de energia. “Deve-se pesquisar a capacidade elétrica sustentada pela régua e o modelo adequado para que não haja sobrecarga do circuito”, reforça o gerente de fiscalização da Defesa Civil. Em caso de dúvida, ele recomenda procurar orientação técnica antes de adquirir o produto e fazer a instalação.

Edição: Paula Oliveira