25/12/16 15:15
Atualizado em 25/12/16 às 15:21

Grupo de teatro da PM orienta crianças sobre dengue e questões ambientais

Recurso é uma das frentes do Programa Lobo-Guará, que também tem curso para alunos do ensino fundamental

Mais de 150 crianças observam o lobo-guará perseguir duas presas no Colégio Ativo, de Samambaia. Um policial fantasiado representa o animal típico do Cerrado. As caças são outros dois policiais, com fantasias do mosquito Aedes aegypti. As crianças riem da encenação enquanto aprendem a se prevenir contra o inseto e as doenças que ele transmite.

A performance é uma das ações do grupo de teatro Lobo-Guará, da Polícia Militar.
A performance é uma das ações do grupo de teatro Lobo-Guará, da Polícia Militar. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

A performance é uma das ações do grupo de teatro Lobo-Guará, da Polícia Militar. Além da dengue, duas outras peças tratam de tráfico de animais silvestres e de preservação da natureza. A equipe apresenta apenas um tema por ano, escolhido com base na incidência do problema no ano anterior. Essa peça foi selecionada para ser apresentada em 2016 porque houve aumento nos casos de dengue no DF em 2015.

Programa de Educação Ambiental Lobo-Guará

Criado em setembro de 2003 como ação da Polícia Ambiental, o grupo de teatro foi a primeira frente do Programa de Educação Ambiental Lobo-Guará, expandido em 2011 com a instituição do curso Guardiões. Nele, os policiais dão aulas para turmas de 5º ano do ensino fundamental, com crianças de 10 e 11 anos, para abordar de forma mais aprofundada as questões ambientais e as consequências da participação do homem no Cerrado e em outros biomas do Brasil.

“A gente busca conscientizar os estudantes para a preservação do meio ambiente para, assim, eles não cometerem crimes ambientais”, diz o subtenente da Polícia Militar e coordenador do programa, Leandro José de Lima.
“A gente busca conscientizar os estudantes para a preservação do meio ambiente para, assim, eles não cometerem crimes ambientais”, diz o subtenente da Polícia Militar e coordenador do programa, Leandro José de Lima. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Os alunos levam os ensinamentos para casa, e os policiais chegam a receber retorno dos pais, porque os filhos os repreendem quando jogam lixo pela janela, por exemplo. “A gente busca conscientizar os estudantes para a preservação do meio ambiente para, assim, eles não cometerem crimes ambientais”, diz o subtenente da Polícia Militar e coordenador do programa, Leandro José de Lima.

Tanto o conteúdo da peça de teatro quanto o do curso Guardiões foram organizados com a ajuda de psicólogos e pedagogos da Secretaria de Educação do DF. Agora, com o programa em andamento, policiais formados em psicologia ou em pedagogia auxiliam quando é necessário.

Curso Guardiões é organizado com 13 aulas

O curso Guardiões é feito com 13 encontros por turma, divididos em três partes. Na primeira, as crianças recebem aulas sobre os recursos naturais do Brasil, com os principais biomas. Depois, abordam-se ações humanas, como desmatamento, queimada, tráfico de animais, poluição da água e descarte de lixo.

R$ 150 milInvestimento anual aproximado da Polícia Militar no Programa de Educação Ambiental Lobo-Guará

A última etapa inclui ensinamentos sobre como as crianças podem ajudar nessas intervenções. Ao término do curso, há uma cerimônia de formatura para cada turma.

Programa Lobo-Guará atendeu 74 escolas públicas em 2016

Apenas 12 escolas atendidas pelo programa em 2016 são particulares, enquanto 74 integram a rede pública. A equipe conta com dez policiais. O teatro e o curso fazem parte do orçamento da Polícia Militar e têm custo aproximado de R$ 150 mil anuais.

O colégio interessado deve fazer um ofício para solicitar uma das frentes (curso ou teatro), com sugestão de data, ou pelo menos de semestre. Se os centros de ensino contarem com projetos em áreas ambientais, se ficarem na zona rural ou próximo a reservas ou locais com prejuízos para o meio ambiente, eles têm prioridade para receber o curso Guardiões. Já o teatro é organizado por agenda.

A equipe pode ser contatada pelos telefones (61) 3190-5256 e (61) 3190-5260 e pelos e-mails proerd.pmdf@gmail.com e cpcdh.dadm@gmail.com. Mais informações no blog do teatro Lobo-Guará.

Programa de Educação Ambiental Lobo-Guará em 2016
Teatro Lobo-GuaráApresentações em escolas
e eventos sociais
181
Crianças atendidas39.585
Curso GuardiõesEscolas visitadas28
Turmas83
Alunos formados1.915
Total de crianças atendidas41,5 mil

Programa de Educação Ambiental Lobo-Guará

Telefones: (61) 3190-5256 e 3190-5260

E-mails: proerd.pmdf@gmail.com e cpcdh.dadm@gmail.com

Blog: http://teatroloboguara.blogspot.com.br/

Edição: Marina Mercante

Galeria de Fotos

Grupo de teatro da PM orienta crianças sobre dengue e questões ambientais