10/2/17 14:19
Atualizado em 7/6/17 às 16:01

Festival de cinema de Brasília terá novo formato em 2017

Entre as mudanças estão a contratação de uma organização parceira, a ampliação dos dias de evento e a mostra em homenagem à 50ª edição, que será em setembro

50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro
Edição de arte/ Agência Brasília

O 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro levará novidades para o público brasiliense. Tradicionalmente celebrado durante uma semana, neste ano será ampliado para dez dias — a previsão é que ocorra de 15 a 24 de setembro. Com a mudança, mais filmes passam a integrar a mostra competitiva. “Teremos mais conforto na programação de seminários, debates e oficinas”, acrescentou o secretário de Cultura, Guilherme Reis, em conversa com jornalistas na manhã desta sexta-feira (10), na sede da pasta.

Outra novidade é a ampliação da participação social e da transparência por chamamento público que seleciona organização parceira para gerir e executar o evento. O edital será lançado na próxima semana e escolherá a eleita para as duas próximas edições, pelo valor de referência de R$ 2,5 milhões cada uma. “Assim, vamos garantir a transparência do processo, além de aumentar a participação social”, defendeu Reis.

Com a escolha da organização parceira, novas propostas devem surgir no processo. Por meio de diálogos constantes com o setor, a Secretaria de Cultura avalia melhores formatos para mostras, oficinas, seminários e para aumentar o vínculo do evento com estudantes de audiovisual. “Também queremos levar o festival para outras regiões administrativas, para fortalecer e disseminar a discussão sobre cinema.”

10 diasDuração do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro neste ano

Sobre a premiação, que, assim como nos outros anos, somará R$ 340 mil, a coordenação informou que pode haver ajustes na distribuição. O edital de inscrição para a mostra competitiva está previsto para maio.

Reis também destacou que a 50ª edição vai lembrar dois marcos para a história da cidade: os 30 anos que Brasília foi reconhecida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) como patrimônio cultural da humanidade e os 60 anos do concurso do Plano Piloto, vencido por Lucio Costa.

Mostras especiais do 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

Duas mostras especiais estão previstas para 2017. Uma delas é Futuro Brasil, que levará curadores e diretores de grandes festivais internacionais para conhecer filmes que ainda não foram finalizados. A outra é 50 anos em 5 dias, com curadoria feita por coletivo de pensadores de cinema, que terá uma retrospectiva sobre filmes importantes para o festival.

A Cultura prevê ainda o lançamento de uma publicação sobre a história do festival e o resgate de depoimentos afetivos. A curadoria e a direção artística do evento são de Eduardo Valente.

Participação do cinema brasiliense

Está mantida a Mostra Brasília, organizada pela Câmara Legislativa do Distrito Federal, que transmite exclusivamente produções locais. No entanto, ainda serão definidas possíveis mudanças nas exibições. “Queremos valorizar a mostra, dar mais visibilidade e preservar horários nobres para ela”, disse o secretário Guilherme Reis.

Sobre a participação de filmes brasilienses na competição, ele acredita que o edital do Fundo de Apoio à Cultura (FAC) lançado em 2016 aumentará a perspectiva para novas produções. A iniciativa destinou R$ 21,9 milhões para 71 projetos de audiovisual.

Edição: Marina Mercante