17/2/17 20:04
Atualizado em 21/2/17 às 15:05

Baile leva integração e entretenimento para 3ª idade

A segunda edição do evento foi organizada no Guará II e reuniu cerca de 1,5 mil pessoas de todas as regiões administrativas

O Baile de Carnaval da 3ª idade, no Guará II, abriu as folias de pré-carnaval do fim de semana. No quesito empolgação, a festa não ficou a dever para as comemorações dos mais jovens e atingiu com êxito seu objetivo — promover a integração social e o entretenimento com atividades de lazer para idosos.

O governador Rodrigo Rollelberg participou do Baile de Carnaval da 3ª idade, no Guará II.
O governador Rodrigo Rollemberg participou do Baile de Carnaval da 3ª idade, no Guará II. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

O evento, nesta sexta-feira (17), contou com a presença do governador Rodrigo Rollemberg. “É uma alegria estar aqui celebrando com as pessoas da melhor idade de todas as regiões de Brasília. O carnaval é um momento de felicidade e diversão, a ser comemorado em todas as idades”, comentou o chefe do Executivo.

Esse é o segundo ano em que a festa é organizada pela Governadoria, em parceria com as Secretarias do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos; das Cidades; de Cultura; do Esporte, Turismo e Lazer; e de Mobilidade. Também colaboraram a Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF), a Federação das Indústrias do DF (Fibra), a Administração Regional do Guará e a Agência de Fiscalização do DF (Agefis).

"O carnaval é um momento de felicidade e diversão, a ser comemorado em todas as idades"Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília

Embalado ao ritmo de marchinhas carnavalescas, o Salão de Múltiplas Funções do Cave recebeu cerca de 1,5 mil idosos. A maioria deles também participa de atividades nos centros olímpicos e nos de convivência. Por todos os lados, animados foliões de cabelos brancos e fantasias dançavam animadamente.

Presidente do Centro de Convivência do Paranoá, Josefa Morais é um dos exemplos de animação. Aos 91 anos, ela sambou ao som das marchinhas do começo ao fim da festa. “O segredo para manter a juventude é não ficar parada”, conta. Ela também participa de atividades físicas e viaja sempre que pode.

“Participar de atividades, dança e esporte é um remédio para curar a depressão e dar autoestima. Isso para nós é tudo”, comenta Maria José Rezende, de 74 anos, fundadora de uma associação para idosos do Gama.

Carnaval para idosos faz parte do Brasília Cidadã

O baile de hoje faz parte do Brasília Cidadã, programa do governo que fomenta a integração de políticas públicas, ações voluntárias, mecanismos de participação e controle social, tendo a população como protagonista do desenvolvimento da cidade.

Segundo a colaboradora do governo Márcia Rollemberg, o apoio ao baile é uma forma de “promover a inclusão social por meio da alegria”. Ela diz que o carnaval “é um momento de conexão, com uma energia muito boa que todos devem compartilhar”.

Edição: Vannildo Mendes

Galeria de Fotos

Baile leva integração e entretenimento para 3ª idade