29/3/17 9:08
Atualizado em 29/3/17 às 19:28

Uso consciente da água é incluído no Defesa Civil Jovem

Com teatro de fantoches, projeto para alunos de 3 a 12 anos foi à Escola Classe 18 de Taguatinga Norte

A crise hídrica no Distrito Federal virou tema de atividade para alunos de escolas públicas e particulares no projeto Defesa Civil Jovem. Com teatro de fantoches, os agentes ensinam crianças de 3 a 12 anos a não desperdiçar água e a fazer uso consciente do recurso.

Fantoches do Projeto Defesa Civil Jovem conscientizaram alunos da Escola Classe 18 de Taguatinga Norte nesta segunda-feira (28). Foto: Pedro
Fantoches do projeto Defesa Civil Jovem conscientizaram alunos da Escola Classe 18 de Taguatinga Norte nessa terça-feira (28). Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Desde que foi criada, em maio de 2016, a iniciativa aborda os diferentes perigos que existem em ambientes domésticos e em áreas de risco. Choques, queimaduras e enchentes são exemplos de possíveis acidentes dentro e fora de casa.

Nessa terça-feira (28) foi a vez de a Escola Classe 18 de Taguatinga Norte receber a montagem teatral. Cerca de 100 estudantes assistiram concentrados ao espetáculo de 40 minutos.

No projeto desde o início, a psicóloga e agente da Defesa Civil Benedita Santos narra as histórias enquanto os outros três agentes fazem os demais papéis.

"Elas (as crianças) levam os aprendizados para casa e repassam à família, pois aprendem facilmente"Carlos Sarmento, agente da Defesa Civil

No palco, os fantoches mostram situações cotidianas na vida das crianças, como a de um adulto que lava a calçada com mangueira. Ao saber disso, o personagem infantil alerta para o desperdício de água.

“O teatro é uma linguagem que eles reconhecem, é por meio do lúdico que a gente ensina as crianças”, explica Benedita. “Os fantoches dão uma leveza para a apresentação.”

O agente da Defesa Civil Carlos Sarmento destaca a eficiência da metodologia para ensinar os pequenos a evitar o consumo excessivo de água. “Elas [as crianças] levam os aprendizados para casa e repassam à família, pois aprendem facilmente.”

Durante todo o ano letivo, os seis agentes que integram a equipe vão visitar escolas públicas e particulares.

As unidades que quiserem participar do projeto devem entrar em contato com a Defesa Civil para agendar. Até abril, estão programadas 12 escolas.

O Defesa Civil Jovem já atendeu 5 mil crianças em diferentes regiões administrativas, como Ceilândia, Gama, Planaltina, Santa Maria, Sobradinho e Taguatinga.

Para os adolescentes de 13 a 17 anos, a proposta é diferente. Serão feitas palestras nas escolas com espaço para eles falarem ao fim de cada encenação.

Projeto Defesa Civil Jovem

Informações e agendamento
Telefones: (61) 3362-1932 e (61) 3362-1909
E-mail: defesa.civil@ssp.df.gov.br
Site da Defesa Civil: http://www.defesacivil.df.gov.br/

Edição: Raquel Flores

Galeria de Fotos

Uso consciente da água é incluído no Defesa Civil Jovem