14/4/17 12:39
Atualizado em 14/4/17 às 18:01

Morro da Capelinha recebe público da via-sacra desde as primeiras horas do dia

Manhã desta sexta-feira (14) foi tranquila, com a chegada de fiéis que se reúnem no local para rezar e pagar promessas. Encenação da Paixão de Cristo está marcada para as 16 horas

Horas antes do início da encenação da via-sacra, marcado para as 16 horas desta sexta-feira (14), fiéis começaram a chegar ao Morro da Capelinha, em Planaltina. A manhã no local foi tranquila, de acordo com a Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social.

Horas antes do início da encenação da via-sacra, marcado para as 16 horas desta sexta-feira (14), fiéis começaram a chegar ao Morro da Capelinha, em Planaltina.
Horas antes do início da encenação da via-sacra, marcado para as 16 horas desta sexta-feira (14), fiéis começaram a chegar ao Morro da Capelinha, em Planaltina. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Pela manhã, muitos aproveitaram para agradecer pelas graças alcançadas. A dona de casa Vanusa Rocha, de 45 anos, trouxe o neto Henrique Bruno, de 6, para cortar o cabelo ao pé da cruz.

O garoto se curou de uma doença que o impedia de andar. “Ele foi brincar em um parquinho e voltou com as pernas cheias de pontos vermelhos. Ninguém conseguia dizer o que ele tinha”, lembra Vanusa. “Então me peguei com Deus e prometi que ele só cortaria o cabelo aqui, durante cinco anos. Essa é a segunda vez que viemos com esse propósito”, explica.

Hoje, o menino sobe a ladeira brincando, de acordo com a dona de casa. “Agora é só alegria”, festeja.

A visita ao Morro da Capelinha também é programa turístico. A dona de casa Maria das Graças do Nascimento, de 62 anos, mora na Paraíba e veio visitar a mãe, que vive em Planaltina. “Acho muito interessante a Via-Sacra, tudo muito bonito”, avalia a visitante, que já tinha acompanhado o espetáculo no ano passado.

Forças de segurança e serviços de saúde no Morro da Capelinha

Para garantir a segurança no local, foram mobilizados 600 policiais militares, parte deles de unidades especializadas como Rondas Ostensivas Táticas Motorizadas (Rotam), Patrulhamento Tático Móvel (Patamo) e Regimento de Polícia Montada (RPMon). A Polícia Militar do DF também contou com 20 viaturas e 13 motos. O Pelotão de Cavalaria faz a segurança nas encostas do morro, para evitar que a população circule por locais inadequados.

Para garantir a segurança no local, foram mobilizados 600 policiais militares, parte deles de unidades especializadas como Rondas Ostensivas Táticas Motorizadas (Rotam).
Para garantir a segurança no local, foram mobilizados 600 policiais militares, parte deles de unidades especializadas como Rondas Ostensivas Táticas Motorizadas (Rotam). Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

A Polícia Civil do DF conta com a Delegacia Móvel. Além disso, o Corpo de Bombeiros deslocou 215 militares e 21 viaturas. Os servidores estão a postos para atendimento pré-hospitalar, salvamento e combate a incêndios. Na entrada principal do morro, foi montado o Posto de Comando Móvel.

A Caesb tem cinco pontos de distribuição de água para a população

Já o Departamento de Trânsito (Detran-DF) encaminhou 58 agentes e 24 viaturas. Os servidores estão responsáveis pela sinalização de toda a área do acesso da DF-250 à entrada do Morro da Capelinha. Eles também sinalizam a via exclusiva de pedestres e fazem controle do estacionamento de carros credenciados.

A autarquia conta ainda com a equipe do Núcleo de Educação e Campanha de Trânsito para conscientizar a população da importância do respeito à faixa de pedestre. Cinco servidores abordam os visitantes na entrada do local.

Em relação ao atendimento de emergência móvel, a Secretaria de Saúde atua com três pontos de atendimento, distribuídos ao longo da ladeira do Morro da Capelinha.

O primeiro fica próximo ao portal de acesso e conta com dois técnicos de enfermagem e um enfermeiro. O segundo fica na primeira subida e é formado por dois técnicos de enfermagem, um enfermeiro e um médico. O terceiro, no alto do morro, tem quatro técnicos de enfermagem, três enfermeiros e um médico. O contato para emergências é o telefone 192.

Caesb distribui água para público e servidores

A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) tem cinco pontos de distribuição de água para a população. São dois caminhões de 5 mil litros e três pontos móveis com reservatórios de 500 litros, um na entrada principal e outro no fim do percurso. Eles ficam assim distribuídos:

A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) tem cinco pontos de distribuição de água para a população.
A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) tem cinco pontos de distribuição de água para a população. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
  • Entrada do portal de acesso ao Morro da Capelinha
  • Na metade do caminho para o topo do morro
  • Fim do percurso, no alto do morro
  • Próximo à DF-128, que dá acesso ao evento
  • Na segunda entrada do portal de acesso ao morro, pelo lado externo (para abastecer os militares da PMDF e do Corpo de Bombeiros)

Pontos fixos com caixas d’água de 500 litros também foram montados para suprir os servidores da Saúde que trabalham no local. Serão distribuídos, ainda, 720 copos de 200 ml de água envasada para autoridades.

Linhas de ônibus especiais reforçam transporte

Quatro linhas de ônibus foram reativadas especialmente para atender ao público do evento. Os coletivos com destino ao morro saem dos terminais rodoviários de Sobradinho (504.2), de Sobradinho II (504.3) e de Planaltina (609.2), além da Rodoviária do Plano Piloto (617.1).

Segundo o Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans), o horário de funcionamento se estenderá enquanto durar a demanda dos passageiros.

WhatsApp ajuda na localização de crianças perdidas

Uma novidade neste ano é o serviço de WhatsApp para localização de crianças perdidas. A exemplo do carnaval, o número do SOS Criança serve para alertar as autoridades sobre ocorrências de desaparecimento. O telefone é o (61) 99212-7776.

Além disso, quatro servidores do conselho tutelar estão no alto da subida do Morro da Capelinha para atender quaisquer casos que envolvam menores de idade.

Edição: Marina Mercante

Galeria de Fotos

Morro da Capelinha recebe público da via-sacra desde as primeiras horas do dia