10/6/17 11:41
Atualizado em 12/6/17 às 10:40

Planaltina recebe primeira edição do Mutirão da Cidadania do ano

Evento vai até as 17 horas e oferece serviços como atendimentos médicos, orientação jurídica e emissão de carteira de identidade

A estudante Maria Mirielly da Costa, de 18 anos, e a irmã Mariana, de 5, pararam para assistir à apresentação de teatro protagonizada por médicos carregando escovas de dentes e dentaduras enormes. As duas acompanhavam a mãe, que foi resolver um problema com a conta de água na sala de atendimento da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), e decidiram ouvir as dicas de escovação dadas por odontólogos.

Evento vai até 17 horas e oferece serviços como atendimentos médicos, orientação jurídica e emissão de carteira de identidade
Mutirão da Cidadania em Planaltina vai até as 17 horas e oferece serviços como atendimentos médicos, orientação jurídica e emissão de carteira de identidade. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Os serviços fazem parte da quinta edição do projeto Mutirão da Cidadania, que ocorre até as 17 horas deste sábado (10) na Escola Classe nº 2 do Arapoanga, em Planaltina. O evento reúne quase 60 instituições, públicas e privadas, e conta com diversas atividades, como emissão de carteira de identidade, recreação infantil e assistência médica.

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, visitou o local na manhã de hoje e elogiou a iniciativa. “São várias ações para trazer qualidade de vida para a população. Os moradores podem utilizar um conjunto de serviços, perto de casa e em companhia dos filhos”, comentou.

Segundo o secretário de Justiça e Cidadania, Arthur Bernardes, o colégio foi escolhido devido à demanda da comunidade pelos serviços. “Estamos oferecendo não só atendimentos médicos, mas atividades culturais, sociais e esportivas. Até conserto de bicicleta tem”, destacou.

A dona de casa Valessia Sampaio Veloso, de 35 anos, participou do evento acompanhada dos três filhos, que nunca tinham se consultado com oftalmologistas ou dentistas. Segundo a mãe, a oportunidade de ter acesso aos médicos foi muito importante. “Vamos ver se dá tempo de fazer mais coisas”, acrescentou Valessia.

A última edição do Mutirão da Cidadania foi em Samambaia.

Edição: Paloma Suertegaray

Galeria de Fotos

Planaltina recebe primeira edição do Mutirão da Cidadania do ano