18/6/17 12:23
Atualizado em 20/6/17 às 8:51

Após maratona de cinco dias, campuseiros deixam Centro de Convenções Ulysses Guimarães

Amigos de Planaltina dividiram-se entre palestras e o uso da internet de 20 gigabytes disponível no evento. Campus Party Brasília recebeu 64 mil visitantes na área gratuita

Após cinco dias de maratona na Campus Party Brasília, os campuseiros deixaram o Centro de Convenções Ulysses Guimarães na manhã deste domingo (18). O prazo da organização para retirada das barracas se encerrou ao meio-dia.

Amigos de Planaltina dividiram-se entre palestras e o uso da internet de 20 gigabytes disponível no evento. Campus Party Brasília recebeu 64 mil visitantes na área gratuita. Após cinco dias de maratona os campuseiros deixaram o Centro de Convenções Ulysses Guimarães na manhã deste domingo (18).
Amigos de Planaltina dividiram-se entre palestras e o uso da internet de 20 gigabytes disponível na Campus Party. Após cinco dias de maratona os campuseiros deixaram o Centro de Convenções Ulysses Guimarães na manhã deste domingo (18). Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

Carregando as barracas que ganham ao adquirir o ingresso com a opção de camping, quatro amigos de Planaltina foram unânimes ao eleger o que mais aproveitaram do evento tecnológico. “A internet de 20 gigabytes foi o melhor. Jogamos o dia inteiro”, contou Álvaro de Costa, de 18 anos, aluno de Matemática da Universidade de Brasília (UnB).

No grupo, Rafaela Dornelas, de 19 anos, estudante de Química da UnB, elogiou a estrutura e segurança do evento. Ainda minoria como mulher entre os campuseiros, ela se sentiu mais interessada pelo tema com a participação na Campus.

“Eu acho que é um espaço para todo mundo, me senti acolhida e comecei a gostar mais.” Com eles, estavam Gustavo Silva, de 19 anos, aluno de Biologia do Instituto Federal de Brasília, e Enio Santos, de 17 anos, aprovado para o curso de Física da UnB, com início no próximo semestre.

“De madrugada ficamos acordados na Arena, conhecemos mais gente assim, aproveitamos melhor a internet” Thiago Mesquita, de 18 anos, campuseiro morador de Sobradinho

Mais quilômetros longe de casa, Pablo Barbosa dos Santos saiu de Uberlândia, onde cursa Engenharia Mecatrônica, para participar da edição brasiliense. “Já tinha ido ano passado em São Paulo. Aqui pude reencontrar amigos.” Inicialmente ele estudou na UnB e transferiu o curso para a Universidade Federal de Uberlândia.

Mesmo morando no DF, muitos brasilienses prefeririam acampar no evento. “De madrugada ficamos acordados na Arena, conhecemos mais gente assim, aproveitamos melhor a internet”, analisou Thiago Mesquita, de 18 anos, morador de Sobradinho e aluno de Engenharia Florestal na UnB. Na última noite, ele dormiu apenas duas horas.

Área gratuita supera expectativa de público em Brasília

A organização estimava receber 40 mil pessoas na Open Campus – espaço gratuito do evento. De quinta (15) a sábado (17), no entanto, 64 mil visitantes passaram pelo local.

Entre as atrações, o público pode testar simuladores, conhecer projetos de startups e assistir à etapa Brasília do Campeonato Brasileiro de Drones.

Para o presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farrugia, a cidade abraçou a ideia do evento. “Ficamos muito contentes em receber no espaço muitas famílias e, principalmente, crianças que puderam conhecer um pouco mais das tecnologias com que eles já interagem ou com as quais vão interagir em um futuro próximo”, avaliou.

Brasília vai sediar a Campus Party em 2018 novamente

Brasília receberá mais uma edição da Campus Party em 2018. O anúncio foi feito pelo secretário adjunto do Trabalho, Thiago Jarjour, na noite do sábado (17), na cerimônia de encerramento da maratona tecnológica.

“Decidimos pela realização da Campus Party Brasília 2018. Vai ter ano que vem de novo. Está certo”, avisou ontem, no palco principal da Arena.

Edição: Paula Oliveira

Galeria de Fotos

Após maratona de cinco dias, campuseiros deixam Centro de Convenções Ulysses Guimarães