11/7/17 14:01
Atualizado em 11/7/17 às 18:52

Cidades Limpas recoloca paradas de ônibus em Santa Maria

Na manhã desta terça (11), trabalhadores da força-tarefa articulada pela Secretaria das Cidades removeram a estrutura da Quadra 109 da Avenida Alagados. Mutirão de limpeza e conservação fica na região até o dia 14

Cinco paradas de ônibus serão recolocadas em Santa Maria com o objetivo de promover maior segurança no trânsito e melhorar o acesso da população ao transporte público. A ação, que fica na região até o dia 14, faz parte da 18ª edição do programa Cidades Limpas, articulado pela Secretaria das Cidades.

Cinco paradas de ônibus serão recolocadas em Santa Maria com o objetivo de promover maior segurança no trânsito e melhorar o acesso da população ao transporte público.
Cinco paradas de ônibus serão recolocadas em Santa Maria com o objetivo de promover maior segurança no trânsito e melhorar o acesso da população ao transporte público. Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

Na manhã desta terça-feira (11), o ponto de ônibus na Quadra 109 da Avenida Alagados, uma das principais vias de Santa Maria, foi retirado e recolocado em local próximo.

A estrutura ficava em um trecho sem recuo para embarque e desembarque de passageiros. Agora, ela está reposicionada em uma área onde foi construído espaço para a parada do veículo com segurança. No dia 4, a estrutura que fica na Quadra 402 também foi transferida para outro local pelo mesmo motivo.

Outros três pontos de ônibus na região administrativa serão mudados de lugar para ficar mais próximo a faixas de pedestres ou para não atrapalhar o trânsito das pessoas em lotes comerciais. A iniciativa atende a uma demanda antiga da população.

O trabalho é feito com a colaboração de internos da Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso do DF (Funap-DF).

Cidades Limpas atua também na conservação da região

Para o subsecretário de Desenvolvimento Regional e Operações nas Cidades, Manoel Alexandre, o programa Cidades Limpas é uma forma eficiente de articulação e de diálogo entre os diversos órgãos do governo para levar melhorias para a população. “É uma ação que representa um novo modelo de gestão pública, de projeto pioneiro, e que merece ser ampliado”, disse.

O programa, que está na região desde 3 de julho, já retirou 4,1 mil toneladas de entulho, desobstruiu 61 bocas de lobo e pintou 13,5 mil metros de meios-fios. Além disso, 3,5 mil imóveis receberam a visita da Vigilância Ambiental em Saúde e do Corpo de Bombeiros do DF, que atuam no combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, da chikungunya e do zika vírus.

Desde o início da força-tarefa em Santa Maria, também foram feitas podas de árvores, e 53 toneladas de massa asfáltica foram utilizadas para tapar buracos nas vias da região.

Para prevenir incêndios florestais, são feitos aceiros na área de mata nativa destinada à implementação do Parque Ecológico de Santa Maria. A técnica de queima controlada de material orgânico serve como barreira natural contra o fogo.

Lançado em novembro de 2016, o Cidades Limpas já passou pelos seguintes locais: Gama, Itapoã, Paranoá, Estrutural, Planaltina, São Sebastião, Brazlândia (duas vezes), Ceilândia (duas vezes), Guará, Sobradinho, Sobradinho II, Fercal, Vila Planalto, Samambaia, Taguatinga e Riacho Fundo I.

Edição: Paula Oliveira

 

Galeria de Fotos

Cidades Limpas recoloca paradas de ônibus e faz podas de árvores em Santa Maria