17/7/17 18:14
Atualizado em 18/7/17 às 14:59

Fábrica Social sorteará 1.450 novas vagas

Matrícula em um dos cinco cursos profissionalizantes, como o de confecção de vestuário, deverá ser feita de 24 a 28 de julho

Os 1.450 novos alunos de cinco cursos profissionalizantes da Fábrica Social serão conhecidos nesta terça-feira (18), às 10 horas. A Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), sob fiscalização da Controladoria-Geral do DF, fará sorteio informatizado entre os 2.683 inscritos no processo seletivo de 2017 (veja a lista definitiva após recurso).

Alunos do curso de confecção de vestuário da Fábrica Social.
Alunos do curso de confecção de vestuário da Fábrica Social. Foto: Tony Winston/Agência Brasília – 7.12.2015

A relação final dos contemplados e o cadastro de reserva estarão disponíveis na sexta-feira (21) no site da Secretaria Adjunta do Trabalho, da pasta do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos.

Os cursos são de:

  • Confecção de vestuário, acessórios e materiais esportivos (mil vagas)
  • Instalação e manutenção de placas fotovoltaicas – painéis solares (150 vagas)
  • Produção e cultivo de alimentos saudáveis em meio urbano – hortas urbanas (150 vagas)
  • Marcenaria com madeiras recicláveis (100 vagas)
  • Construção civil (50 vagas)

A matrícula será feita de 24 a 28 de julho, mediante agendamento. Por isso, os sorteados precisam manter atualizados os números de telefone informados no ato da inscrição.

Na data marcada, eles deverão comparecer à sede da Fábrica Social, no Setor Complementar de Indústria e Abastecimento (Scia), Quadra 14, Conjunto 2, Lote 16, Estrutural.

Para se matricular, o candidato terá de apresentar os seguintes documentos:

  • Foto 3×4 atualizada
  • Original e cópia de:
    • número do NIS — Cadastro Único, atualizado com renda per capita de até R$ 170
    • CPF
    • RG
    • carteira de trabalho (a página da foto e o verso)
    • comprovante de residência (se tiver)
    • comprovante de escolaridade (se tiver)
    • laudo médico (se concorreu à categoria de pessoa com deficiência)
    • declaração de unidade socioeducativa (se concorreu à categoria adolescentes em conflito com a lei)

Menores de idade deverão estar acompanhados do responsável legal devidamente qualificado.

Centro de capacitação é abastecido com placas de energia solar instaladas pelos alunos

Na quarta-feira (12), o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, conheceu o sistema de captação de energia solar implementado por alunos do curso de instalação e manutenção de placas fotovoltaicas oferecido na Fábrica Social.

São 18 peças, divididas em três maquetes. O sistema é capaz de produzir 4,5 megawatts em potência ótima. A energia gerada abastece a rede do centro de capacitação.

A Fábrica Social é um programa destinado a promover educação profissional de pessoas em situação de vulnerabilidade e visa criar oportunidades concretas de inserção no mercado de trabalho e autonomia socioeconômica.

Edição: Raquel Flores