23/9/17 23:21
Atualizado em 25/9/17 às 10:46

Penúltimo dia do 50º Festival de Brasília tem foco em relações pessoais

Mostra competitiva teve a última apresentação na noite deste sábado (23), com um curta e um longa-metragem

O último dia da mostra competitiva do 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro teve a exibição de dois filmes que tratam de relações entre pessoas que descobrem umas às outras. A sessão ocorreu no Cine Brasília, na noite deste sábado (23), na véspera do encerramento.

A Mostra competitiva do 50º Festival de Brasília teve a última apresentação na noite deste sábado (23), com um curta e um longa-metragem
A Mostra competitiva do 50º Festival de Brasília teve a última apresentação na noite deste sábado (23), com um curta e um longa-metragem. Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

No longa mineiro Arábia, um garoto que trabalha em uma siderúrgica da periferia de Contagem, em Minas Gerais, descobre o caderno de um operário. Com essa premissa, os diretores Affonso Uchoa e João Dumans retratam o cotidiano dos brasileiros.

Já o curta paulistano A passagem do cometa mostra outra descoberta entre duas pessoas e instiga a reflexão sobre como o convívio social é focado em questões superficiais. Na trama, os personagens se preocupam mais com a passagem do cometa Halley do que com o que aflige o outro.

“Ficamos muito agradecidos em poder estrear o longa no Brasil no festival de Brasília”, disse o diretor Uchoa.

Último dia de festival terá a exibição de quatro filmes

Além da reprise, o último dia do festival, no domingo (24), terá como destaque as premiações da mostra competitiva, da Mostra Brasília e do Prêmio Petrobrás. A cerimônia será fechada para convidados. Também será exibido o filme baiano Abaixo a gravidade.

Durante o dia, haverá uma exibição do filme infantil O Colar de Coralina no festivalzinho, no Cine Brasília, às 10 horas. A sessão é gratuita.

Já a mostra Terra em Transe terá duas sessões. A primeira às 14 horas, com o longa Contagem Regressiva; e a segunda às 15h30, com a produção Camocim. As duas sessões são gratuitas no Cine Brasília.

Edição: Paula Oliveira

Galeria de Fotos

Penúltimo dia do 50º Festival de Brasília tem foco em relações pessoais