20/10/17 19:26
Atualizado em 20/10/17 às 20:15

Rollemberg conversa com artesãos no Buriti

Encontro de representantes do segmento com o governador de Brasília na sede do Executivo local ocorreu na tarde desta sexta (20)

Artesanato e turismo foram temas de mais uma Roda de Conversa na tarde desta sexta-feira (20). O encontro de artesãos para dialogar com o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, ocorreu no Palácio do Buriti, sede do governo local.

Representantes de oito grupos de artesanato apresentaram reivindicações ao governador Rollemberg.
Representantes de oito grupos de artesanato apresentaram reivindicações ao governador Rollemberg. Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

Por mais de uma hora, o espaço esteve aberto para que eles apresentassem reivindicações diretamente ao chefe do Executivo.

Oito representantes de grupos de artesanatos de várias regiões administrativas, inscritos previamente, levaram solicitações como novos pontos de comercialização do que produzem e local específico para trabalharem.

Rollemberg manifestou-se muito feliz com o diálogo e destacou a importância de investir em modelos de gestão para melhorar a qualidade de vida desses profissionais.

O governador lembrou que, nos 2 anos e 10 meses de mandato, já foram entregues mais de 3 mil carteiras de artesãos. “Fortalecemos a Rota do Artesanato, que, só neste ano, teve mais de 84 eventos apoiados pelo governo de Brasília.”

Também participaram do debate os secretários das Cidades, Marcos Dantas, o de Economia, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação, Antônio Valdir Oliveira Filho, e o adjunto de Turismo, da pasta do Esporte, Turismo e Lazer, Jaime Recena.

Para Recena, esse momento de conversa com os artesãos reafirma o compromisso que o governo de Brasília tem com o ramo. “A gente sabe que, quando alguém visita um lugar, o artesanato que a pessoa leva representa um pouquinho do passeio que ela fez naquele local. É importante que estejamos unidos para dar mais oportunidade à produção daqui”, disse o secretário adjunto de Turismo.

O presidente da Federação das Associações dos Artesãos do Distrito Federal, Edimar Pereira, listou diversas reivindicações para melhor atender a categoria. Entre os pedidos feitos ao governador está a implementação de uma parada de ônibus e de faixa de pedestre em frente à Torre de TV, além da criação do Programa de Apoio ao Empreendimento Produtivo do Distrito Federal (Pró-DF) para artesanato.

Todas as demandas foram registradas pelo governo para análise. Uma nova rodada de diálogo será marcada nos próximos meses para acompanhamento dos pleitos.

Edição: Raquel Flores

Galeria de Fotos

Rollemberg conversa com artesãos no Buriti