21/11/17 13:49
Atualizado em 21/11/17 às 17:07

Adasa apresenta planejamento do 8º Fórum Mundial da Água ao comitê gestor

Governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, também participou da reunião, nesta terça-feira (21), no Palácio do Buriti

O planejamento do 8º Fórum Mundial da Água foi apresentado, nesta terça-feira (21), ao comitê gestor e ao governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa-DF).

O planejamento do 8º Fórum Mundial da Água foi apresentado, nesta terça-feira (21), ao comitê gestor e ao governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, pela Adasa.
O planejamento do 8º Fórum Mundial da Água foi apresentado, nesta terça-feira (21), ao comitê gestor e ao governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, pela Adasa. Foto: Andre Borges/Agência Brasília

O evento, que será de 18 a 23 de março de 2018, envolverá governo, sociedade civil, empresas e instituições científicas nos debates sobre oferta e preservação de recursos hídricos.

As atividades ocorrerão em dois espaços: no Centro de Convenções Ulysses Guimarães e no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

O Centro de Convenções sediará as cerimônias de abertura e encerramento do fórum, palestras e painéis com representantes internacionais. Para ter acesso ao local, é necessário se inscrever e pagar pela participação.

O Estádio Nacional abrigará exposição, feira e a Vila Cidadã. A área da exposição prevê inscrição prévia e será um espaço de negócios para empresas. A feira contará com mostras científicas e estandes de instituições que participam do evento.

A Vila Cidadã será uma área de acesso gratuito, mediante credenciamento, aberto à população. Das 8 às 18 horas, receberá a programação oficial do fórum e, das 18 às 22 horas, apresentações culturais.

A ideia, com isso, é mobilizar a comunidade local para a 8ª edição do Fórum, de acordo com o diretor-presidente da Adasa, Paulo Salles. “Queremos que Brasília sinta que o Fórum Mundial da Água é de Brasília”, disse.

Inscrições para o 8º Fórum Mundial da Água vão até 15 de dezembro

A participação no congresso ocorre por meio de cadastro no portal do fórum. É possível participar de todos os painéis — com o passaporte para os seis dias —, comprar um passe para três dias ou adquirir passes diários.

30 milNúmero de representantes de mais de 100 países esperados na edição de 2018 do Fórum Mundial da Água, em Brasília

Os valores do primeiro lote, que ficará disponível até 15 de dezembro, são: R$ 350 para a entrada diária; R$ 680 para três dias; e R$ 1.138 para o pacote de seis dias.

Estudantes têm desconto e pagam R$ 140 no tíquete por dia, R$ 280 no passe para três dias e R$ 455 no passaporte completo.

O que é o Fórum Mundial da Água

Criado em 1996 pelo Conselho Mundial da Água, o fórum foi idealizado para estabelecer compromissos políticos acerca dos recursos hídricos.

O fórum ocorre a cada três anos e já passou por: Daegu, na Coreia do Sul (2015); Marselha, na França (2012); Istambul, na Turquia (2009); Cidade do México, no México (2006); Kyoto, no Japão (2003); Haia, na Holanda (2000); e Marrakesh, no Marrocos (1997).

Para a edição de 2018, em Brasília, são esperados cerca de 30 mil representantes de mais de 100 países.

Edição: Marina Mercante

Galeria de Fotos

Adasa apresenta planejamento do 8º Fórum Mundial da Água ao comitê gestor