25/11/17 9:09
Atualizado em 27/11/17 às 9:33

Cidades Limpas completa um ano com retorno ao Gama na segunda-feira (27)

Com a ajuda do programa, que envolve diversos órgãos do DF, foi possível reduzir em 77,4% os casos de dengue no período

A Secretaria das Cidades atualizou alguns números do balanço de um ano do programa. Foram visitados 82,3 mil imóveis para o combate ao Aedes aegypti, e não 71,2 mil. Houve emissão de 747 carteiras de identidade, e não de 717. A substituição e o reparo na rede elétrica foi de 2,4 mil unidades, e não de 2,3 mil. E 15,7 mil árvores — e não 15,3 mil — foram podadas.

Na edição de comemoração de um ano, o Cidades Limpas volta ao Gama na segunda-feira (27). O programa, coordenado pela Secretaria das Cidades, tem o objetivo de revitalizar áreas públicas das regiões administrativas com ações como limpeza de boca de lobos, pintura de meios-fios, poda de árvores e recolhimento de entulho.

Equipes do Cidades Limpas fez diversos trabalhos no Gama em novembro de 2016.
Equipes do Cidades Limpas fizeram diversos trabalhos no Gama em novembro de 2016. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília – 7.11.2016

Os casos de dengue no DF diminuíram drasticamente com o apoio da força-tarefa: foram 3.945 registros de casos prováveis de janeiro a outubro deste ano. No mesmo período do ano passado, a Secretaria de Saúde computou 17.490 casos. Em termos porcentuais, trata-se de uma redução de 77,4% no período.

No Gama, onde o Cidades Limpas esteve em novembro de 2016, a diminuição foi de 40,9% dos casos prováveis de dengue. De janeiro a outubro deste ano, a localidade teve 297 registros da doença. Nos dez primeiros meses de 2016, foram 503 notificações.

O Cidades Limpas teve 27 edições em um ano. Ao todo, removeu 86,3 toneladas de entulho, desobstruiu 2,9 mil bocas de lobo e recolheu 250 carcaças. No período, foram visitados 82,3 mil imóveis para combate ao Aedes aegypti, vetor da dengue, do zika vírus e da chikungunya.

Outras ações do Cidades Limpas nos últimos 12 meses foram:

  • Desobstrução de redes de água pluvial
  • Emissão de 747 carteiras de identidade
  • Manutenção, substituição e reparo de 2,4 mil unidades na rede elétrica
  • Pintura de sinalizações
  • Pintura de meios-fios
  • Poda de 15,7 mil árvores
  • Recuperação de redes de esgoto
  • Tapa-buracos

O programa envolveu 4.613 trabalhadores, de 19 órgãos do governo de Brasília. Nos 12 meses de atividades, foram usadas 1.293 máquinas e equipamentos.

O Cidades Limpas fica no Gama até 8 de dezembro. A partir do dia 11, segue para Sudoeste, Octogonal e Cruzeiro.

Edição: Marina Mercante