28/11/17 17:46
Atualizado em 29/11/17 às 15:09

Planejamento divulga cronograma de implementação do SEI nas regiões administrativas

Ferramenta que permite tramitação eletrônica de informações será instalada de fevereiro a junho de 2018

A expectativa é que, até o fim de 2018, todos os 90 órgãos do governo de Brasília estejam 100% inseridos no sistema, e não 89, conforme informado anteriormente. Até o fim deste ano, o SEI estará em 40 órgãos, e não até junho de 2018.

A Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão apresentou, nesta terça-feira (28), o calendário de implementação do Sistema Eletrônico de Informações (SEI) nas 31 regiões administrativas de Brasília.

O lançamento do cronograma ocorreu no auditório do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha e reuniu administradores regionais e servidores desses órgãos, que receberam as primeiras instruções sobre o uso da ferramenta.

Na abertura do evento, a coordenadora de implementação do SEI nas unidades do governo, Riane Torres, reforçou a necessidade de engajamento dos administradores na execução do projeto.

As primeiras localidades a receberem o sistema serão Samambaia, Santa Maria, São Sebastião, Taguatinga, Lago Norte, Varjão e Brazlândia

Ela destacou a importância do sistema para o aperfeiçoamento das rotinas de processo e trabalho.

“No caso das regiões administrativas, o sistema trará, além da facilidade no envio de documentos físicos a outros locais — eliminando o risco de perdas e extravio —, economia com transporte, tempo e recursos materiais, o que vai facilitar o dia a dia de todos vocês, servidores.”

Planejamento e Cidades assinam portaria conjunta

Durante a cerimônia, os secretários de Planejamento, Leany Lemos, e das Cidades, Marcos Dantas, assinaram, remotamente, a portaria conjunta que institui a utilização do sistema nas administrações regionais.

As primeiras localidades a receberem o sistema serão Samambaia, Santa Maria, São Sebastião, Taguatinga, Lago Norte, Varjão e Brazlândia.

Elas começarão a criar documentos e processos no SEI a partir de fevereiro de 2018. A programação segue com as outras regiões até junho, quando a implementação deverá ser concluída.

Todo o projeto contará com o apoio e a participação direta das Secretarias de Planejamento e das Cidades no treinamento dos servidores para a utilização da ferramenta e contínua adequação do SEI nas regionais.

SEI estará em 100% do governo até o fim de 2018

A expectativa é que, até o fim de 2018, todos os 90 órgãos do governo de Brasília estejam 100% inseridos no sistema, com servidores capacitados para editar, assinar, tramitar e arquivar documentos digitalmente.

Mais de 2,2 milhões de documentos já foram criados no Sistema Eletrônico de Informações por órgãos do governo de Brasília. Até o fim de 2017, o SEI estará em 40 órgãos.

Funcionalidades do SEI permitem ao usuário produzir, assinar, editar, tramitar e armazenar documentos de forma eletrônica

As funcionalidades permitem ao usuário produzir, assinar, editar, tramitar e armazenar documentos de forma eletrônica.

O conteúdo desses arquivos pode ser acessado simultaneamente por órgãos públicos e usuários devidamente cadastrados — por meio de acesso externo —, ainda que fora do Distrito Federal.

O acesso às informações em tempo real otimiza o fluxo documental, a produtividade e a agilidade na tomada de decisão, além de dar transparência aos procedimentos.

Acesse o calendário de implementação do Sistema Eletrônico de Informações (SEI) nas regiões administrativas do DF.