7/12/17 17:55
Atualizado em 13/12/17 às 14:56

Alunos de Brasília recebem 180 medalhas das Olimpíadas de Matemática

Premiação ocorreu na tarde desta quinta-feira (7), com a participação do governador Rodrigo Rollemberg, professores e autoridades da área educacional

Em ato com a presença do governador Rodrigo Rollemberg, nesta quinta-feira (7), foram entregues 180 medalhas a alunos dos ensinos fundamental e médio de Brasília vencedores da primeira edição das Olimpíadas de Matemática do Distrito Federal.

O governador Rollemberg entregou medalha de ouro a Robson Ramon da Silva Melo, de 17 anos, estudante do 3º ano do ensino médio do Centro de Ensino Médio 9 de Ceilândia. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
O governador Rollemberg entregou medalha de ouro a Robson Ramon da Silva Melo, de 17 anos, estudante do 3º ano do ensino médio do Centro de Ensino Médio 9 de Ceilândia. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Com sorriso aberto, Robson Ramon da Silva Melo, de 17 anos, exibia a medalha de ouro que ganhou na disputa de conhecimento. “Sempre participo dessas competições. Conseguir o primeiro lugar na minha categoria é muito gratificante.”

O estudante do 3º ano do ensino médio do Centro de Ensino Médio 9 de Ceilândia compartilha a rotina de estudos. “Sempre recebemos aulões na escola. Aprendemos com os alunos mais velhos, premiados em outras olimpíadas, e ajuda muito refazer provas.”

O esforço resultou na primeira colocação entre 30 alunos de escolas públicas do ensino médio. Eles receberam as medalhas das mãos do governador, de professores e autoridades de Brasília, no auditório do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

"Com esse estímulo (das olimpíadas), construímos um país melhor, com cidadãos mais preparados"Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília

Rollemberg destacou, entre os objetivos da disputa, estimular o estudo de matemática e revelar talentos brasilienses. “Tenho convicção de que a olimpíada melhorará o desempenho do DF em competições de âmbito nacional. Com esse estímulo, construímos um país melhor, com cidadãos mais preparados”, discursou.

Segundo o secretário de Educação, Júlio Gregório, alunos interessados na matéria merecem o reconhecimento porque podem trazer avanços tecnológicos. “Nossos futuros cientistas, que farão novas descobertas, provavelmente virão desse grupo de estudantes.”

Em todo o território do DF, 14.242 alunos de 103 escolas se inscreveram para a competição, que teve a primeira etapa organizada em 23 de junho deste ano.

Os 664 classificados fizeram a segunda bateria de provas em 20 de agosto. Desses, saíram 90 medalhistas de bronze, 60 de prata e 30 de ouro. Metade delas foi para estudantes de ensino público e a outra metade para escolas particulares.

As provas foram divididas em três categorias:

  • Nível 1, para o sexto e o sétimo ano do ensino fundamental
  • Nível 2, para o oitavo e o nono ano do ensino fundamental
  • Nível 3, para os três anos do ensino médio

Além dos alunos, também foram reconhecidas as escolas destaques nas olimpíadas. No ensino público, foi o Centro de Ensino Médio 9 de Ceilândia, com quatro medalhas de ouro, nove de prata e sete de bronze.

Já entre as escolas particulares o destaque foi para o Colégio Militar de Brasília, com oito de ouro, dez de prata e 13 de bronze.

Veja o pronunciamento do governador Rodrigo Rollemberg.

Edição: Vannildo Mendes

Galeria de Fotos

Alunos de Brasília recebem 180 medalhas das Olimpíadas de Matemática