29/12/17 19:25
Atualizado em 29/12/17 às 19:25

SLU credencia oito cooperativas para serviços de triagem

O pagamento será feito por faixas de valor, em função do aproveitamento de materiais recicláveis. O preço por tonelada comercializada é de R$ 304,14

Oito cooperativas de catadores de materiais recicláveis estão credenciadas pelo Serviço de Limpeza Urbana (SLU) para serviços de triagem. O resultado foi publicado no Diário Oficial do DF desta sexta-feira (29).

No total, segundo o órgão, 27 cooperativas se interessaram pelo chamamento público. As oito credenciadas fazem parte de uma primeira lista de propostas cadastradas.

O pagamento será feito por faixas de valor em função do aproveitamento de materiais recicláveis. A estimativa contratual foi feita pelo valor médio para um aproveitamento acima de 40% até 70% na triagem da coleta seletiva.

O preço por tonelada comercializada é de R$304,14. As oito cooperativas credenciadas são:

  • Cooperativa de Trabalho de Catadores de Materiais Recicláveis e Reutilizáveis Ambiental – Coopere
  • Cortrap – Cooperativa de Reciclagem, Trabalho e Produção
  • Cooperativa de Trabalho de Reciclagem Ambiental – Construir
  • Cooperativa de Reciclagem Ambiental da Cidade Estrutural – Coorace
  • Cooperativa de Trabalho e de Materiais Reciclados e de Educação Ambiental Nova Esperança – Coopernoes
  • Cooperlimpo de Catadores do Brasil
  • Cooperativa de Reciclagem Ambiental – Plasferro
  • Ambiente – Associação dos Ambientalistas da Vila Estrutural

As entidades já estão aptas a serem contratadas para o serviço de triagem, de acordo com a demanda e a disponibilidade orçamentária do SLU.