16/5/18 19:25
Atualizado em 17/5/18 às 14:55

Expansão de atividades culturais como negócio é incentivada em edital

Parte do programa Conexão Cultura, chamamento lançado nesta quarta-feira (16) prevê mais de R$ 1,3 milhão só em bolsas

As oficinas sobre o edital ocorrerão na Sala 123 da Biblioteca Nacional, no primeiro andar — e não no térreo.

Novas oportunidades para o setor cultural acabam de ser abertas em Brasília por meio de edital, lançado nesta quarta-feira (16), no foyer da Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional Claudio Santoro. O secretário de Cultura, Guilherme Reis, apresentou o programa.

Edital do Conexão Cultura foi lançado nesta quarta-feira (16) no Teatro Nacional Claudio Santoro
Edital do Conexão Cultura foi lançado nesta quarta-feira (16) no Teatro Nacional Claudio Santoro. Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

A intenção é incentivar artistas e produtores a participarem de festivais, feiras e rodadas de negócios que ocorrerão de julho de 2018 a junho de 2019 no Brasil e em outros países.

Reis vê na iniciativa a possibilidade valiosa de intercâmbio. “Esse edital é fundamental para a circulação da nossa cultura. Os artistas poderão viajar para festivais e se relacionar com outras vivências”, justificou.

Os interessados devem propor, no máximo, uma inscrição para cada ano, e as pessoas jurídicas devem indicar no ato da inscrição um representante físico.

O cadastro deve ser feito por meio de um sistema digital disponível no endereço eletrônico https://editais.cultura.df.gov.br/.

"Esse edital é fundamental para a circulação da nossa cultura. Os artistas poderão viajar para festivais e se relacionar com outras vivências"Guilherme Reis, secretário de Cultura do DF

Há dois períodos de inscrição. Um, para eventos que serão organizados em 2018, vai das 8 horas de 16 de maio de 2018 até as 23h59 do dia 30 do mesmo mês.

Os eventos em 2019 têm cadastro previstos para o período das 8 horas de 1º de agosto deste ano até as 23h59 do dia 16 do mesmo mês.

Segundo o subsecretário de Fomento e Incentivo da secretaria, Thiago Rocha, o programa teve uma expansão em 2018 devido à implementação da Lei Orgânica da Cultura (LOC).

“Ela (a LOC) dificulta que projetos que começaram a produção com o apoio do FAC [Fundo de Apoio à Cultura] sejam interrompidos e desburocratiza o fomento.”

“Agora os contemplados precisam prestar conta da arte final e não mais das notas fiscais”, observou. Essa simplificação é motivada pela atualização das regras gerais do Programa Conexão Cultura em abril, para adequar o programa à LOC.

A subsecretária de Políticas de Desenvolvimento e Promoção Cultural da pasta, Mariana Soares, explicou as diferenças na edição de 2018 do Conexão Cultura. “Agora os contemplados precisam prestar conta da arte final e não mais das notas fiscais”, observou.

O chamamento público #Negócios do Programa Conexão Cultura Distrito Federal oferecerá R$ 1,3 milhão em bolsas para 131 vagas para participantes e cinco para apresentações artísticas. O edital foi publicado no Diário Oficial do DF desta quarta-feira (16).

Para quem tiver dúvidas, a secretaria fará duas oficinas sobre o edital, em 22 e 26 de maio, às 15 horas, na Sala 123 da Biblioteca Nacional de Brasília, no primeiro andar.

As oficinas não requerem inscrição prévia para participação, mas os horários ainda não foram confirmados.

Em 2016, quando o programa foi criado, e em 2017, R$ 3,1 milhões foram usados para financiar projetos por meio do Fundo de Apoio à Cultura (FAC).

Os projetos se dividem da seguinte forma:

  • 75 na linha de participação em eventos
  • 28 de pesquisa e residência
  • 13 de circulação nacional, internacional e mista
  • 10 premiações de reconhecimento e inovação

De janeiro a março deste ano, 23 trabalhos foram apoiados com R$ 403,8 mil.

Edição: Vannildo Mendes

Galeria de Fotos

Expansão de atividades culturais como negócio é incentivada em edital