23/6/18 10:26
Atualizado em 23/6/18 às 12:52

Moradores do Trecho 3 de Vicente Pires recebem escrituras dos imóveis

Neste sábado (23), Terracap disponibilizou 44 documentos e lançou mais um edital de venda direta de lotes. Interessados têm 30 dias para apresentar proposta de compra

A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) entregou 44 escrituras no Trecho 3 de Vicente Pires na manhã deste sábado (23).

Na manhã deste sábado (23), 44 moradores de Vicente Pires receberam escrituras de imóveis.
Na manhã deste sábado (23), 44 moradores de Vicente Pires receberam escrituras de imóveis. Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

Com o registro dos imóveis, o governo de Brasília cumpre mais uma etapa do processo de regularização fundiária na região, iniciado em 2017.

Essa primeira fase compreende cerca de 3 mil lotes e teve a adesão de 84% ao programa de venda direta.

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, participou da solenidade e destacou a importância da medida para a população. “A escritura representa tranquilidade, segurança jurídica e também a valorização do patrimônio das pessoas.”

Após o evento, ele visitou obras de bacia de retenção de redes de águas pluviais na avenida Governador e na Quadra 4C de Vicente Pires.

Aberto novo edital de venda em Vicente Pires

Hoje também, a Terracap lançou o Edital 2 de venda direta. O objetivo é regularizar outros 363 lotes, no mesmo Trecho 3 (antiga Colônia Agrícola de Samambaia).

Os moradores têm 30 dias para apresentar a proposta de compra para regularizar os imóveis. Com a venda direta, os terrenos não são destinados para licitação pública.

Segundo a legislação vigente, quem ocupa o imóvel pode comprar a propriedade por meio de negociação direta com a Terracap, empresa pública responsável pela regularização em áreas de interesse específico.

84%aderiram ao programa de venda direta na primeira fase de regularização em Vicente Pires

A agência faz a avaliação do lote, e o preço final é calculado com base nessa apuração — considerada como valor de mercado —, descontados os investimentos em infraestrutura feitos pelos moradores e a consequente valorização que as benfeitorias garantiram aos imóveis.

Caberá, então, aos interessados optar pelo pagamento à vista (com 25% de desconto) — desde que tenham cadastro na Terracap — ou parcelar o valor em até 240 meses diretamente com a agência ou com qualquer instituição financeira.

As obras em infraestrutura (pavimentação, calçamento, meios-fios e drenagem) em andamento são financiadas com recursos decorrentes desse processo de regularização.

As licenças ambientais já foram emitidas, o que permitiu o início das melhorias no ano passado.

Edição: Raquel Flores

Galeria de Fotos

Moradores do Trecho 3 de Vicente Pires recebem escrituras dos imóveis