6/7/18 14:10
Atualizado em 6/7/18 às 14:10

UBS 17, de Planaltina, ganha 1º lugar no Prêmio Saúde Cidadã

Projeto obteve a maior votação popular e levou R$ 200 mil, que serão revertidos em melhorias na própria unidade

A Unidade Básica de Saúde (UBS) 17, da comunidade rural Jardins Morumbi, em Planaltina, ficou em primeiro lugar no 1º Prêmio Saúde Cidadã, instituído este ano pelo governo de Brasília.

A colocação das 10 unidades selecionadas foi divulgada nesta sexta-feira (6) pela Secretaria de Saúde. O prêmio para o primeiro colocado é de R$ 200 mil.

O projeto, idealizado pela unidade vencedora, leva agentes de saúde a espaços como igrejas e escolas para atendimentos médicos e de enfermagem.

O gerente da UBS 17, Lucas Emmanuel de Carvalho, mostrou-se surpreso com a classificação. “Apesar de conhecermos o potencial do projeto, sabemos que há outras grandes iniciativas acontecendo, atualmente, na atenção primária do DF”, observou.

O valor da premiação será revertido em melhorias na própria UBS. “Pretendemos melhorar a estrutura dos pontos de apoio e da unidade, para oferecer mais conforto e qualidade aos usuários do SUS que moram na zona rural de Planaltina”, resumiu Lucas.

Outros destaques selecionados

Um projeto de humanização no atendimento, que conta com a participação de estudantes da Escola Superior de Ciências em Saúde, a UBS 3, de Taguatinga, valeu a premiação de R$ 150 mil pela segunda colocação.

O destaque da iniciativa é a utilização de cartazes e setas coloridas para indicar os locais para onde os pacientes devem se encaminhar ao chegar à unidade.

A Farmácia Viva do Cerpis foi contemplada com o terceiro lugar na premiação, com o projeto Rodas de Conversa sobre Fitoterapia e Plantas Medicinais para a comunidade e profissionais de saúde.

De acordo com a chefe no Núcleo de Farmácia da unidade, Isabele Aguiar, a premiação, de R$ 100 mil, será utilizada na manutenção predial das áreas de triagem, secagem de plantas medicinais e no laboratório de produção de fitoterápicos para distribuição pelo SUS.

Iniciativas incubadas na Rede de Inovação da Saúde

A premiação total é de R$ 825 mil, revertidos em manutenção predial para as UBSs vencedoras. Os três primeiros colocados também terão as iniciativas incubadas na Rede de Inovação da Saúde, laboratório que visa disseminar projetos inovadores. A ideia é que eles sirvam de modelo para outros pontos da rede.

As outras sete unidades selecionadas também receberam premiações. O quarto lugar, que ficou com a UBS 2 de Brazlândia, recebeu R$ 75 mil, e, do 5º ao 10º lugar, cada um ganhou R$ 50 mil.