8/11/18 21:45
Atualizado em 8/11/18 às 21:59

Contribuições à banda do CBMDF são reconhecidas com medalha de mérito

Solenidade na noite desta quinta (8) condecorou 50 músicos civis e militares

A Medalha Mérito Musical Anacleto de Medeiros foi entregue a 50 músicos civis e militares na noite desta quinta-feira (8), em solenidade no complexo da Academia de Bombeiros Militar.

Contribuições à banda do CBMDF são reconhecidas com medalha de mérito
A Medalha Mérito Musical Anacleto de Medeiros foi entregue a 50 músicos civis e militares na noite desta quinta-feira (8), em solenidade no complexo da Academia de Bombeiros Militar. Foto: André Borges/Agência Brasília

A condecoração reconhece contribuições para a história da Banda de Música do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF). A cerimônia contou com a presença do governador Rodrigo Rollemberg, que faz parte do conselho da medalha.

“O Corpo de Bombeiros é a corporação mais reconhecida pelo valor à sociedade. E a banda de música dos bombeiros se destaca como uma das criadoras de grandes músicos de Brasília e do Brasil”, destacou.

O primeiro maestro em Brasília, primeiro-tenente Dionísio Rosa Reis, recebeu homenagem póstuma. A medalha foi entregue ao filho dele, capitão Ronaldo Reis. “Estou muito feliz por ele ser lembrado mesmo depois de 15 anos do falecimento.”

Parte das comemorações do aniversário da banda (15 de novembro) e do Dia do Músico (22), a medalha é entregue neste mês desde a criação do reconhecimento, em 2014, pelo Decreto nº 35.846, de 25 de setembro.

O nome da honraria vem do instrumentista, compositor e maestro carioca Anacleto de Medeiros, que fundou a banda dos bombeiros do Rio de Janeiro e a conduziu — a mesma de Brasília, que foi remontada quando a capital do País mudou para cá.

Anacleto Medeiros viveu de 1866 a 1907 e ficou famoso por criar xotes, polcas, valsas e tangos.

Edição: Raquel Flores

Galeria de Fotos

Contribuições à banda do CBMDF são reconhecidas com medalha de mérito