27/4/19 10:10
Atualizado em 27/4/19 às 10:19

Inovação tecnológica: Paco Britto viaja à Suécia e firma parcerias

O vice-governador e os secretários que o acompanham foram recebidos por Staffan Imgvarrsson, presidente da Stockholm Business Region – agência de promoção do desenvolvimento empresarial de Estocolmo

Os governos do Distrito Federal e da cidade de Estocolmo (Suécia), tendo identificado desafios comuns para seu desenvolvimento – e percebendo na inovação e na tecnologia o caminho para com eles lidar-,  decidiram intensificar os vínculos entre os setores público e privado dos dois lados, disse neste sábado (27) à Agência Brasília o vice-governador Paco Britto.                          

Britto chegou à Suécia na noite de quinta-feira (25/4) quando se encontrou com o embaixador do Brasil em Estocolmo, Nelson Antonio Tabajara. Ficou decidido, na ocasião, que o DF estimulará a participação ativa de seu setor privado – em particular as áreas de tecnologia de ponta (nanotecnologia, inteligência artificial, internet das coisas)- na semana da inovação e cooperação Brasil-Suécia que a Embaixada organizará em outubro próximo.   

Na manhã de sexta-feira (26), o vice-governador e os secretários que o acompanham foram recebidos por Staffan Imgvarrsson, presidente da Stockholm Business Region – agência de promoção do desenvolvimento empresarial de Estocolmo. A parte sueca fez a apresentação de seu plano de tornar Estocolmo a mais inteligente cidade do mundo até 2040, com ênfase nos aspectos da sustentabilidade e da preservação ambiental, o que exige um diálogo estreito e permanente entre o governo e as áreas acadêmica e de negócios.

Foi interação dessa natureza que permitiu o surgimento, na capital sueca, de start-ups que se transformaram em gigantes empresariais (como a Skype, a Spotify a Klarna, entre outras).

O vice-governador Paco Britto apresentou a Imgvarrsson documento com a apresentação dos principais projetos da administração do governador Ibaneis Rocha, cujo objetivo é conseguir uma retomada do crescimento econômico e da redução do desemprego tanto pela expansão e modernização da infraestrutura do Distrito Federal, quanto pela progressiva transformação de Brasília e suas regiões administrativas em ‘smart cities’.

Paco Britto propôs uma visita do presidente da Stockholm Business Region a Brasília ainda em 2019, para apresentações às comunidades acadêmica, empresarial e governamental das práticas e políticas adotadas em Estocolmo.

Assim que retornar a Brasília, Britto vai propor à Embaixada da Suécia em Brasília – que muito tem cooperado com o governo do DF – a organização de um programa de visitas de especialistas na área da inovação, que o GDF considera  chave para seu desenvolvimento futuro. “A tecnologia da informação tem de ser aplicada para melhorar a vida de todos, e o GDF promoverá seu uso intensivo em todas as esferas da administração, em particular na educação, na saúde, na segurança e no trânsito”.

Em outra reunião, na quinta-feira (25), o secretário de relações internacionais do DF, embaixador Pedro Luiz Rodrigues, esteve com o presidente da Invest Stockholm, outra agência do governo da capital sueca, Erik Krüger, para apresentar a relação de projetos de investimento do DF nas áreas da infraestrutura e da tecnologia e a identificação de possíveis parceiras nas áreas pública e privada.

Ainda na sexta-feira, a missão do GDF visitou o escritório do banco de investimentos Lenner&Partners, onde foram recebidos por seu vice-presidente Patrik Tillman. Depois de ouvir a apresentação feita pelo vice-governador Paco Britto dos principais projetos e programas do governo do Distrito Federal – inclusive no que se refere às privatizações e às parcerias público-privadas (PPPs) – Tillman relatou a experiência de sua entidade nas áreas de fusão e incorporação de empresas e manifestou interesse com as oportunidades que passam a ser abertas pelo DF.

Na ocasião, o secretário de projetos especiais do DF, Everardo Gueiros, fez uma apresentação sobre o interesse do governo Ibaneis de promover PPPs nas mais diversas áreas.

Na véspera, o embaixador Pedro Luiz Rodrigues manteve encontro de similar natureza com Ted Persson, dirigente de outro banco de investimentos (EQT Ventures), especializado em apoiar empresas de startups, que considerou interessante a proposta de criação de um hub no Distrito Federal, especializado em Internet das Coisas (IOT, na sigla em inglês) e a criação de uma Smart City.