30/7/19 14:07
Atualizado em 31/7/19 às 14:02

Espaço Empreende Mais Mulher reúne comunidade de Taguatinga

Vice-governador participa da solenidade de inauguração. Trinta alunas fazem curso de capacitação

Com a presença do vice-governador Paco Britto, foi inaugurado pelo Governo do Distrito Federal (GDF), nesta terça-feira (30), o Espaço Empreende Mais Mulher, localizado no prédio onde funcionam a Agência do Trabalhador e o programa de microcrédito (Prospera), no Setor Central de Taguatinga. Na ocasião, também foi lançado pelo Banco de Brasília (BRB) – parceiro da Secretaria da Mulher, na Rede Sou Mais Mulher – o cartão Mastercard Mulher, para uso específico das mulheres empreendedoras do Distrito Federal. O cartão estará disponível no mercado a partir do dia 14/8.

A iniciativa vem de encontro à publicação nesta terça-feira, no Diário Oficial do DF, de uma portaria conjunta das Secretarias da Mulher e do Trabalho – Portaria n°1 de 29 de julho de 2019. O intuito dessa parceria é implementar uma ação unificada de qualificação e promoção da autonomia financeira de mulheres no DF. Paco Britto ressaltou a importância do empoderamento e do resgate da mulher da situação de vulnerabilidade. “Vocês estão dando Norte para essas mulheres, pois algumas vêm com problemas de vulnerabilidade”, observou, referindo-se, por exemplo, à possibilidade de alcançarem a independência financeira.

E é a independência financeira o objetivo da moradora de Riacho Fundo II, Marilene Alves Ferreira, 35 anos, uma das 30 mulheres que começaram hoje o curso de capacitação – programa Ela Pode, promovido pelo espaço, cuja ação visa incentivar as inscritas a alcançarem suas metas. O projeto é gratuito. “Está sendo ótimo. Estou aprendendo técnicas de empoderamento feminino e é um incentivo para montar meu negócio voltado para maquiagem e beleza em geral”, elogiou.

Acompanhada da mãe, a estudante do 9° ano, Emilly Vitória Ferreira, 14 anos, também estava participando do curso. Ela conta que já sofreu bullying na escola, mas se recuperou do trauma e garante que as aulas no Espaço Empreende Mais Mulher estão fortalecendo ainda mais sua autoestima. Prova disso, que ela deu a volta por cima e conquistou um título de miss teen da cidade.

Na ocasião, a secretária da Mulher, Éricka Filippelli, apresentou as instalações do espaço ao vice-governador, que, na opinião da secretária, significa uma “saída” e uma possibilidade de escolha. “A proposta é ver a transformação dessas mulheres do DF, nesse espaço onde elas têm apoio psicossocial”, frisou. O secretário de Trabalho, João Pedro Ferraz, agradeceu a parceria convidando as mulheres para abraçarem a iniciativa. “ Mulheres, a casa é de vocês”, conclamou.

Já o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, fez questão de destacar a importância da educação financeira. “ A capacidade de empreender é importante para a autonomia da mulher. Patrocinaremos todos espaços construídos que visam criar as condições, principalmente, para a educação financeira”, anunciou.

Primeira mulher a ocupar o cargo de administradora regional em Taguatinga, Karolyne Guimarães, agradeceu ao governo pela valorização das mulheres, dizendo que o mundo é delas “porque temos potencial”. E avisou: “o espaço não existe para colocar a mulher como coitadinha. Ele abre as portas para que as mulheres possam empreender. No Brasil, quem mais abre empresas são as mulheres”.

Ao final, Paco Britto e demais autoridades presentes foram convidados para descerrar a placa do espaço, que estará aberto para visitação. Também participaram do evento a secretária Nacional de Políticas para Mulheres, Cristiane Brito; secretários adjuntos; representantes das polícias Civil e Militar e da Companhia de Planejamento do DF (Codeplan), entre outros convidados.

Programa
O Empreende Mais Mulher é um programa voltado para o empreendedorismo feminino, que objetiva ampliar as oportunidades de geração de renda e inserção no mercado de trabalho, por meio de estímulo à ação empreendedora e o desenvolvimento profissional de mulheres em situação de violência e vulnerabilidade financeira.

Ele visa também proporcionar conexão das demandas existentes e as ofertas identificadas no mercado, por meio das parcerias entre a Secretaria da Mulher e as entidades empresariais ou governamentais que integram a Rede Sou Mais Mulher.

Entre as ações do projeto, o curso de capacitação aborda, entre outros temas, liderança; comunicação; vendas; networking; marca pessoal; negociação; finanças e ferramentas digitais.

Galeria de Fotos

Inauguração do Espaço Empreende Mais Mulher